JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 20 de agosto de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Quaresma

Terminado o carnaval, que teve na sua origem, a despedida das festas populares com muita fartura, com muita...

- Por Dom Paulo Mendes Peixoto Última atualização: 16/02/2013 - 08:54:32.

Terminado o carnaval, que teve na sua origem, a despedida das festas populares com muita fartura, com muita carne, para agora dar início a um novo Ciclo Litúrgico. Com a Quarta-feira de Cinzas começa o Tempo da Quaresma. São quarenta dias de abstinência, de sacrifício e de conversão, um caminho de preparação para a Páscoa.
Para quem pretende viver de modo cristão, a Quaresma é de recomeço e preparação do espírito para acolher Jesus Cristo ressuscitado no momento da Páscoa. De intensificar as práticas de fé no sentido de ser pessoa nova, melhor e capaz de proporcionar o bem para os demais, descobrindo na Palavra de Deus a força cristã.
É importante entender que não podemos colocar a fé a serviço de interesses pessoais. Estamos diante da tentação de reduzir a vida ao bem-estar, ao consumismo fácil, aos ídolos do dinheiro, do mercado e da religião milagreira. A Quaresma nos leva a pensar como vencer esses “demônios” presentes de forma forte diante de nós.
É hora de reconhecer a presença de Deus na história e em cada pessoa, reavivar a fé com fecundidade dentro do caminho de libertação. Esta é a meta da Quaresma, despindo-nos de todo tipo de maldade, egoísmo, desonestidade, para assumir atitudes de vida autêntica, livre e transformada com base na esperança em Cristo.
A Quaresma nos faz pensar em duas forças contrárias: de um lado, a luta entre o Espírito, que é vida e liberdade; de outro, o diabo, que é fanatismo e opressão. Estamos diante de uma escolha que, a partir dela, temos um itinerário de vida que poderá nos trazer alegria, felicidade e liberdade, ou tristeza, sofrimento e infelicidade.
São quarenta dias de sacrifício, citado pela Bíblia como jejum, esmola e oração, que nos leva a olhar para Cristo na cruz, conscientes de que a vida é marcada por sofrimentos, mas projetada na dimensão da alegria da ressurreição. A Quaresma significa vencer com coragem as tentações que nos acompanham, seguindo o exemplo de vida de Jesus Cristo.

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia