Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Eliana Barbosa - 23/11/2012

Abaixo a autodepreciao!

Compartilhar:

A cada dia que passa, mais me convenço de que o autoconhecimento é fundamental a todos os seres humanos, principalmente no combate à autodepreciação. Conhecer-se por dentro, saber a respeito de suas próprias emoções, virtudes e fraquezas, identificar suas afinidades e antipatias e saber o porquê desses sentimentos é tão importante quanto o alimento que nutre seu corpo.

Há um grande número de pessoas, especialmente mulheres, que vive um exercício constante de autodepreciação, enfatizando seus próprios defeitos e dificuldades e vendo a vida com olhos de pessimismo e desesperança. São pessoas que cresceram com a autoestima deficiente, cujos pais e professores, ignorantes, viam suas qualidades como simples obrigação e seus erros, como falhas imperdoáveis. Hoje, essas pessoas se consideram incapazes de atos construtivos e, quando conseguem melhorar suas próprias vidas, não se julgam merecedoras e temem que algo trágico lhes aconteça, “quebrando o encanto”.

Muitas mulheres maduras, por exemplo, fogem do espelho porque acreditam mais nas propagandas que enaltecem a juventude e a magreza do que na própria beleza e encanto advindos da maturidade. É muito difícil convencer uma pessoa autodepreciativa de seus valores individuais e talentos. Ela prefere viver comparando-se com os outros, quando o ideal seria comparar-se consigo mesma, apreciando as mudanças e as melhoras ocorridas com o passar dos anos. Mudar seus pontos de vista a respeito de si mesmo não é tarefa das mais fáceis, porém, não é impossível.

Atualmente, terapias utilizando a Programação Neolinguística (PNL) têm revelado resultados fantásticos; por meio delas, pessoas com problemas de autoestima podem fazer uma reprogramação cerebral, descobrindo por si mesmas os tesouros internos que possuem e os seus próprios recursos emocionais para desenvolver em si aquele desejável sentimento de competência. Elas aprendem que viver bem é encarar os obstáculos da vida como simples etapas para a execução de um plano maior.

Assim, seja muito cuidadoso com seus autojulgamentos e aprenda a enfraquecer suas ideias autodepreciativas com a utilização da gratidão por tudo o que tem na vida e exercitando a autoconfiança e a autovalorização.

Como sabiamente diz a escritora Sarah Ban Breathnach, “não há nada que cause mais amargura do que a autodepreciação. Um sentimento que nos impede de ser felizes, independente do que tenhamos conseguido ou acumulado, ou dos braços em que dormimos.”

E você, o que tem feito nos últimos tempos para fortalecer sua autoestima? Quer aprender mais sobre esse tema? Pois então assista à estreia do Programa ACORDANDO PARA A VIDA, na Rádio JM (730 AM ou pelo site www.radiojm730.com.br), neste sábado, às 12h30, onde eu e Fernando Vieira Filho, meu marido e também psicoterapeuta e escritor, vamos falar sobre esse tema. Participe, você também!

 

(*) Palestrante, apresentadora de TV e rádio e autora de livros motivacionais
www.elianabarbosa.com.br
eliana@elianabarbosa.com.br




San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc concorda com a alterao do horrio de funcionamento de estabelecimentos comerciais e at mesmo da Prefeitura em decorrncia dos jogos da Seleo na Copa do Mundo?





JM FORUM
Voc acredita na briga de faces criminosas como motivao para as recorrentes mortes de detentos na penitenciria de Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018