JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 19 de outubro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Crenças que limitam seu viver

Ao longo desse tempo em que venho estudando o comportamento humano

- Por Eliana Barbosa Última atualização: 25/11/2011 - 21:27:56.

Ao longo desse tempo em que venho estudando o comportamento humano, percebi como nossa educação e cultura estão repletas de ideias que inibem sonhos e roubam esperança: são as crenças limitantes. Veja, então, algumas dicas de  como mudar seus pensamentos e, assim, transformar sua vida:

• Você não tem que estar sempre feliz  - a felicidade não é um destino, e sim um  caminho que percorremos, e o processo de desenvolvimento humano é cíclico, com fases de altos e baixos. O importante é você estar disposto a aprender e a crescer com cada fase.

• Não fuja dos problemas – eles são desafios que lhe fazem amadurecer. Você deve, diante de um problema, colocar foco imediatamente na solução, com a certeza de que cada dificuldade traz a semente de um grande benefício.

• Pare de reclamar de seu passado doloroso – procure considerar seus traumas como experiências valiosas, que lhe transformaram numa pessoa muito mais forte e determinada.

• Nada de pensar que trabalhar loucamente é que traz o sucesso – se fosse assim, mais de 90% da humanidade seriam de pessoas bem-sucedidas. O sucesso vem através do equilíbrio entre o pensar e o agir e da disposição para aplicar o perdão todos os dias de sua vida.

• Cuidado com seus comentários sobre riqueza e dinheiro – quando diz “Fulano é podre de rico”, você está associando riqueza com podridão e, assim, sua mente, de forma inconsciente, passa a rejeitar o dinheiro em sua vida. E depois você fica sem entender porque tantas dificuldades financeiras. Minha dica é: trate o dinheiro com carinho, ele é pura energia, e lembre-se que o mal não está no dinheiro e sim nas pessoas que não sabem lidar com ele.

• Ouse mais, sem temer o fracasso – ele é um grande mestre! Todas as pessoas bem-sucedidas desse mundo fracassaram mais de uma vez, ao longo de sua jornada. O diferencial delas é que usaram o fracasso como alavanca para novas realizações.

•          Não pense que ser bonzinho ou boazinha vai lhe garantir o amor daqueles que lhe rodeiam  - cuidado: bonzinho é o mesmo que “bobinho”, e ninguém respeita quem não se respeita. Seja bom, justo, amoroso, mas jamais abandone sua melhor companhia: VOCÊ!

• Deixe de se preocupar tanto com a beleza externa – se fosse tão importante assim ser bonito por fora, todas as beldades do mundo seriam felizes, o que não é verdade. Trate de cuidar também de sua beleza interior, buscando se amar mais e contribuir de forma efetiva com a vida.

 

(*) Palestrante; apresentadora de TV e rádio e autora de livros motivacionais

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia