JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 14 de agosto de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Como agir diante das adversidades

Ultimamente, tenho pesquisado sobre como estão vivendo os sobreviventes daquele drama causado pelas chuvas

Por Eliana Barbosa. Última atualização: 04/03/2011 - 19:36:19.

Ultimamente, tenho pesquisado sobre como estão vivendo os sobreviventes daquele drama causado pelas chuvas, na região serrana do Rio de Janeiro. É incontável o número de desabrigados que perderam casas, móveis, eletrodomésticos, roupas, documentos, carros e – o pior das perdas – seus entes queridos. Entretanto, por mais que eles sintam que perderam tudo em suas vidas, não perderam o principal – suas vidas! Assim, se colocarem foco nesse aspecto da situação que estão vivendo, fica menos difícil para eles saírem da posição paralisante de vítimas e seguirem adiante, não obstante o seu imenso sofrimento.

Eis, então, algumas orientações que podem ser úteis para essas pessoas e também para você, diante de suas dores físicas ou emocionais:

 Embora esteja em uma situação de muita fragilidade, você não perdeu o seu direito de escolher como agir diante da adversidade. É hora de escolher extrair o positivo de tudo que aparentemente seja negativo. 

 Lamentações, revolta e condenações não vão resolver seus problemas. Pelo contrário, vão complicá-los ainda mais, porque a energia negativa dos seus pensamentos e palavras influenciam nos resultados das suas escolhas e atitudes.

 Aceitação, neste momento, é o impulso que você precisa para escapar do fundo do poço da autopiedade. Aceite as mudanças e, com coragem, enfrente seus obstáculos.

 Não fique esperando soluções miraculosas para os seus problemas. Essa atitude é a fonte das decepções. 

 Encare cada sofrimento como desafio para a sua evolução. Aproveite a oportunidade para crescer, aprimorar a sua criatividade e o seu espírito de liderança e empreendedorismo e se relacionar melhor com os outros.

 E lembre-se: Você é maior do que os seus problemas. E maior do que a sua autoconfiança precisa ser a sua fé em Deus. Procure entender que Deus nunca nos tira nada. Ele nos dá tudo o que precisamos, nas horas certas, para nos tornarmos seres humanos melhores. Portanto, ore, confie e siga adiante! No dia em que você se sentir realmente transformado interiormente, vai entender os desígnios de Deus e vai conseguir agradecer pelas dores que passou!

 

(*) palestrante; apresentadora de TV e rádio e autora de livros motivacionais
 
www.elianabarbosa.com.br

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia