JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 23 de outubro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Pare de fugir de si mesmo

Quantas pessoas há neste mundo que não se importam com nada, sem vida

- Por Eliana Barbosa Última atualização: 05/11/2010 - 20:46:24.

Quantas pessoas há neste mundo que não se importam com nada,  “sem vida”, quase invisíveis, opacas, superficiais. São aquelas que vivem e se relacionam superficialmente, que não se aprofundam nas emoções, não se responsabilizam pelos seus atos, sempre colocando a culpa nas situações, nos outros ou em Deus.

Quem vive na superficialidade é alguém que, ao invés de lutar para vencer, entrega os pontos antes da luta, mostra-se fracassado, e, como mero expectador da vida, cria para si um perfil de perdedor. E, como não se interessa nem por si mesmo e muito menos pelos outros, não se comunica direito, não presta atenção no que ouve e não diz mais que meia dúzia de palavras sérias... o resto, só brincadeiras, só superficialidades...

Pessoas superficiais têm uma tendência ao negativismo e costumam criar expectativas muito pessimistas para a vida, e depois, se comprazem com as suas crenças autorealizáveis – “Eu não falei que ia acontecer isso?... Eu sabia que não ia dar certo...” Elas são indiferentes e apáticas, não levam a vida a sério e são mestras em julgar e criticar, tudo na base das suas superficiais suposições. Não acreditam em sonhos e projetos e, como são preguiçosas no pensar e no agir, deixam que a vida as leve, e, como diz o grande filósofo Sêneca, “não há vento favorável para aquele que não sabe aonde vai”.

Se você se sente assim, sem direção, sem disciplina,  sem vontade de ser o dono da sua história, mas está percebendo que é hora de mudar e assumir o leme da sua vida, então, comece assumindo-se como um ser humano com qualidades e normais defeitos... aceite-se, e pare de fugir de si mesmo. A superficialidade nos relacionamentos demonstra um medo muito grande de se envolver e de se conhecer melhor. Relaxe... deixe-se levar em um profundo mergulho em seu interior, em seus mais secretos medos e sentimentos,  e veja que, ao se aprofundar em suas próprias emoções, você vai se descobrir um ser humano incrível, cheio de potencialidades para sonhar e vencer!

 

(*) palestrante; apresentadora de TV e rádio e  autora de livros motivacionais
 
www.elianabarbosa.com.br

Leia mais