JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 12 de dezembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Na prática é diferente

Essa tem sido uma das frases preferidas dos intelectuais, revolucionários e leigos

- Por Marcos Vinícius Zani Última atualização: 05/09/2010 - 14:39:11.

Essa tem sido uma das frases preferidas dos intelectuais, revolucionários e leigos. Protagonistas que desafiam a teoria através de um novo pensar ou fazer. Mas quem está certo? A teoria ou a prática? Eu não me atreveria a responder, porque elas não se opõem, simplesmente se completam e não há uma resposta tão simples quanto parece. Aliás, o caminho mais sublime e útil é questioná-la e não esgotá-la. Caso contrário, colocaríamos um fim em nossa própria evolução.

Então, lembro-me agora de relatos confusos que exprimem a ideia do nosso título: “Na prática é diferente”. Alguns, pouco informados, utilizam esse argumento como método para exaltar seu construir original, por mais que estejam errados. Ou seja, não podemos reduzir ao nada a teoria, pela ignorância de desconhecê-la. A teoria nada mais é do que a observação e análise do fato, da realidade, da prática, levantando hipóteses baseadas em avaliações e não em alucinações.

Desprezar
o poder da teoria e exaltar, cegamente, o da prática, é pôr um ponto final no progresso. Embora haja erros e acertos em teorias e práticas, temos que nos esquivar das intuições equivocadas de que toda originalidade e prática são adequadas. O melhor método não é o que se pratica, necessariamente. Em inúmeros casos, esse é o grande problema. E somente valiosas observações teóricas conclusivas poderiam propor um fazer diferente e mais eficaz.  

 

(*) publicitário, professor universitário, palestrante e consultor empresarial de Comunicação, Propaganda e Marketing
marcos.zani@gmail.com

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia