Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Digenes Pereira da Silva - 14/05/2010

Pecado na f

Compartilhar:

É notória e apavorante a crise disseminada na Igreja Católica, são inúmeras denúncias de abusos sexuais (pedofilia) praticadas por diversos sacerdotes (padres), homens que deveriam proteger nossas crianças e adolescentes. Mas, que fazem o extremo oposto, alguns e não todos em generalização usam da fé dos fieis adultos para molestar seus filhos, entes queridos e até ofertam e gastam dinheiros arrecadados dos fieis para esses fins. Não é unanimidade, é claro, mas é assombrosa a quantidade de clérigos envolvidos em vários países. As descobertas têm sido em função da quebra de paradigmas, os denunciantes têm encontrado subterfúgios para denunciar, coisa que não aconteceu em outros tempos, isso vem agregada ao valor da liberdade conquistada pelo poder democrático, hoje ostentado sem tantas limitações. Ninguém pode afirmar que fatos dessa gravidade não aconteciam antes, ou até pior, mas a vergonha, a imposição e a jactância do poder da Igreja freavam e amedrontavam a vontade de denunciar.

A omissão das autoridades da Igreja Católica que tinham por obrigação punir os pedófilos, mas que, no entanto, não praticavam com intuitos de recriminar, foi um precedente em sustentação da continuidade do crime de pedofilia por tantos vigários mundo a fora. Quantas crianças passaram por essas situações degradantes, ofensivas a dignidade da pessoa humana?

Dores sofridas, dores deslembradas! Se, desse modo, se esquece das angústias sofridas, pelas lições da expiação do passado, certamente fechará a si próprio, nem precisa esperar a morte para falecer, pois já se considera morto. O terror da insatisfação, naturalmente que, diante a sua concepção da decisão sobre o que deve ou não fazer, como por exemplo, denunciar um caso evidente de pedofilia, não será preciso residir no sofrimento, para tanto, é preciso que esses senhores representantes da igreja, sejam responsabilizados pelos seus atos.   Uma das características mais interessantes e surpreendestes da pedofilia na contemporaneidade são as facilidades com que os questionamentos sociais são negligenciados, mesmo quando são apresentadas como verdades absolutas. Desta forma, mesmo com as evidências dos fatos errôneos às divergências e discordâncias por parte dos membros da Igreja tem sido a não permitir formulações e propostas alternativas para punir os grandes eclesiásticos.

Quem pratica atos de dimensão atemorizada como as evidenciadas, não podem ficar impunes! Deus não olha essas ações como algo afável, mas como algo cruel e repugnante. Nesse contexto, pais, filhos não deixem de denunciar esses atos covardes, quem omite fato dessa gravidade, está compactuando com um crime de extrema gravidade. Denunciar é o caminho - seus nomes serão mantidos em sigilo absoluto. Exerçam a cidadania! Locais para denúncias: vá ao Quartel da Polícia Militar mais próximo ou equivalente, use o 190 ou vá a uma delegacia de Polícia, no seu Bairro sempre há um local perto de você!

 

(*) policial militar da PMMG
Diogenespsilva2006@hotmail.com 




San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc concorda com a alterao do horrio de funcionamento de estabelecimentos comerciais e at mesmo da Prefeitura em decorrncia dos jogos da Seleo na Copa do Mundo?





JM FORUM
Voc acredita na briga de faces criminosas como motivao para as recorrentes mortes de detentos na penitenciria de Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018