JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 23 de outubro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Quando é hora de dizer Não!

Uma das maiores fontes de sofrimento dos seres humanos, até hoje, ainda é a dificuldade de dizer “não”, quando necessário. Essa falta de assertividade é uma limitação muito destrutiva

- Por Eliana Barbosa Última atualização: 27/11/2009 - 21:31:25.

Uma das maiores fontes de sofrimento dos seres humanos, até hoje, ainda é a dificuldade de dizer “não”, quando necessário. Essa falta de assertividade é uma limitação muito destrutiva – um entrave à felicidade -  porque quem passa por isso vive a vida com medo de desagradar os outros, o que na verdade é o medo de ficar só. A necessidade de aprovação é uma dependência emocional que tem causado grandes desastres nos relacionamentos e, é claro, na saúde de muita gente.

Quando você sente vontade ou necessidade de dizer “não”, mas acaba dizendo “sim”, você está sendo desonesto com a pessoa mais especial da sua vida – Você! E, ao longo do tempo, essa postura de não sinceridade consigo próprio poderá lhe causar, dentre outros males, sérios problemas físicos, depressão, desesperança e mau humor. E, é claro, a tão temida solidão, porque ninguém valoriza quem não se valoriza.

Quantas pessoas há que ficam sustentando uma situação negativa, suportando maus tratos ou esperando pela mudança dos outros, numa enganosa tentativa de manter as coisas como estão, mesmo que estejam um caos. É o famoso temor de sair da “zona de conforto” - aquela situação que por pior que esteja, é a que você conhece. Tudo fora dessa “zona de conforto” é desconhecido e incerto e demanda coragem para enfrentar o novo.

O mais triste acontece quando a pessoa vai suportando a dor do desprezo, da ingratidão, numa vã esperança de que os outros se modifiquem para melhor, que reconheçam a sua importância. Se esse é o seu caso, por favor, acorde para a vida: os outros não vão mudar só porque você quer ou porque você está sofrendo; quem tem que mudar, agora, já, é você, com determinação e certeza de que você merece ser amado e bem tratado sempre!

Pare de “dar murro em ponta de faca!” E não se assuste quando falo em mudança, porque um olhar diferente ou um silêncio onde era esperado um grito ou discussão, já é uma postura de mudança. É hora de dar um basta nas situações mal resolvidas, e esse ato de “basta” não precisa ser deixar tudo para trás e sim, quem sabe, um murro na mesa, um grito de liberdade, para que o outro entenda que você chegou ao seu limite e não vai permitir mais nada que não seja amor, respeito e consideração. Você tem que mostrar os seus limites!  

E daqui para frente, quando depender de você, escolha relacionamentos mais saudáveis, tomando muito cuidado com pessoas que não têm nada a perder. São elas as que mais podem lhe fazer sofrer!

E, em caso de dúvida, diga “não”! Um “não” na hora certa pode lhe poupar muitas dores e decepções pela vida afora! Pense nisso com carinho!

 

(*) palestrante; apresentadora de TV e rádio e  autora de livros motivacionais
 
www.elianabarbosa.com.br

Leia mais