JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 21 de agosto de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Uma professora muito especial

Nada melhor do que uma oportunidade para reverenciar pessoas especiais que fazem parte da nossa vida! Então, aproveitando a onda de merecidas homenagens ao Dia do Professor

- Por Eliana Barbosa Última atualização: 16/10/2009 - 22:03:56.

Nada melhor do que uma oportunidade para reverenciar pessoas especiais que fazem parte da nossa vida! Então, aproveitando a onda de merecidas homenagens ao Dia do Professor, dedico, hoje, minha imensa gratidão à inesquecível mestra do meu curso de piano – no qual me formei há quase 27 anos, no Instituto Musical Uberabense –, Olga Maria Frange de Oliveira. Para você, querida Professora Olga, estas sinceras palavras:

Embora estejamos há um bom tempo distantes fisicamente, saiba que não há um dia nesta vida em que eu não me lembre de você, das suas aulas tão construtivas e das nossas divertidas conversas, depois que me tornei também professora de piano. Tenho saudades daquele tempo – da “D. Olga” (como eu a chamava), da Zininha, da nossa eterna D. Odette Camargos, da Maria Nilce, e de tantas outras mestras inesquecíveis. Quero lhe dizer, minha amiga Olga, que mais do que aprender piano, flauta, e variadas matérias teóricas com você, eu aprendi muitos valores que, hoje, sustentam as minhas vitórias. Sempre apreciei o seu desprendimento material e amor à profissão de professora de música, assim como o brilho dos seus olhos ao estar com seus alunos e colegas. Quem a conhece sabe muito bem quantas propostas profissionais tentadoras você rejeitou por dedicação ao seu ideal, e tenho certeza que com o seu imenso talento musical, hoje você poderia estar entre as mais brilhantes pianistas do mundo. Olga, mestra amiga, você fez uma grande diferença positiva em minha vida e, através de nossa longa convivência, eu pude aprender e apreender com você a autoconfiança que sinto ao proferir minhas palestras, ou ao apresentar meus programas na TV ou em rádio. Até o seu jeito de falar, sua postura corporal, o seu comprometimento com o trabalho e o seu modo de ensinar sempre foram modelos para mim, assim como a sua forma detalhada e disciplinada de pesquisar e estudar tudo o que lhe era proposto. Ah, Olga querida, são muitos comportamentos bem-sucedidos que tenho, hoje, que sei que fazem parte da sua semeadura generosa. E embora o piano não seja algo que eu possa priorizar nesta etapa de minha vida, saiba, querida mestra, que você permanece presente em cada trabalho que realizo, ensinando a arte de viver melhor. Que Deus lhe cubra de bênçãos e a fortaleça cada vez mais na realização de sua nobre profissão-missão de professora – apoiar a formação de seres humanos mais sensíveis e dedicados à construção de um mundo em que reinem a paz e a justiça. Mais uma vez, professora querida, obrigada por fazer parte da minha história!

 

 (*) palestrante; apresentadora de TV e rádio e autora de livros motivacionais
 
www.elianabarbosa.com.br

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia