JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 17 de agosto de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Uberaba: Mistérios e Mordomias

Começo meu artigo de hoje lembrando e concordando com uma frase do ex-presidente Lula...

Por Marco Antônio de Figueiredo. Última atualização: 16/07/2018 - 08:40:41.

Começo meu artigo de hoje lembrando e concordando com uma frase do ex-presidente Lula, quando diz que “uma coisa admira nos políticos, eles primeiro pensam neles, depois pensam neles de novo, mas em terceiro lugar pensam neles também. Se sobrar tempo... pensam somente neles outra vez”.

Na princesinha do Triângulo estamos vivendo os “tempos da Rainha de Sabá”, cuja história é repleta de mistérios, mordomias e cargos, mas mesmo assim não posso dizer que esse governo é absolutamente incompetente, porque não existe nada absoluto neste mundo.

É incontestável a conivência com o errado ao prorrogar contratos milionários com empreiteiras em obras que nunca acabam; apurações de assédios a menores do Probem, assessoras e demais funcionárias, lembrando em todos os aspectos o governo anterior, em que teve até “barracos” no estacionamento entre esposa e funcionária de um secretário.

Várias vezes, lemos no Jornal da Manhã críticas construtivas e alertas sobre os aditamentos em quase todos os contratos com empreiteiras e sobre as mazelas do atual governo municipal.

Ilusões fantasiosas de implantar indústrias e fábricas que são projetadas para o futuro, sempre ficam só no discurso eleitoreiro e nas fotos com supostos proprietários... Ah!!! Estamos cansados disso, principalmente de ver nas propagandas institucionais publicações de matérias pagas, assim como no lero-lero e blá-blá-blá do prefeito e dos graduados ocupantes de cargos de confiança.

Aqui, na terra de Major Eustáquio, só os homens maus dormem bem.

O prefeito, que ocupa o cargo por direito e não de fato, deixa bem claro que tomou a decisão de ser indeciso; sua vontade é de não ter vontade, mas com energia deixou as rédeas do poder nas mãos de um secretário, demonstrando nos demais atos uma crescente impotência.


Lembrando Getúlio Vargas, “a metade dos homens de confiança deste governo não é capaz de nada e a outra metade é capaz de tudo”, além de que alguns chefes e chefetes têm o carisma de um quebra-molas.

O grande jornalista JR Guzzo bem definiu em uma crônica publicada em 2016, na revista Veja, ao dizer que a situação em que vivemos hoje é um grande lugar para você desperdiçar a sua vida. Não somos respeitados. Quase tudo o que o governo diz é mentira e tudo o que temos é roubado. Tiram nosso “ganha-pão” em IPTU, ISSQN, multas de trânsito, IPVA, ICMS e outros, mas não devolvem por serviços que têm a obrigação de prestar.

Com poucas exceções, o que difere o político brasileiro de Judas é que aqui se vende a honra por migalhas de reais ou milhões de dólares.
Estamos precisando de políticos que tenham moral que dinheiro nenhum possa comprar. Vamos renovar totalmente essa classe perniciosa, não votando em ninguém que tenha mandato.

“Veja com quem andas e direi quem és”.

 

 

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia