Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Mrio Salvador - 19/06/2018

Decorao

Compartilhar:

Quando o serviço de meteorologia anuncia um período chuvoso, acho oportuno providenciar a limpeza das calhas da minha casa. Então, contrato profissionais do ramo para que executem o trabalho.

Uma vez, quando solicitei esse serviço, vieram dois profissionais. E tão logo ambos entraram em minha casa, um deles ficou tão encantado ao ver, no alto de minha estante, uma estatueta perfeita de gato, que cutucou o colega: “Veja! Até parece um gato de verdade.”

E não é que, assim que o rapaz olhou naquela direção, o animalzinho se mexeu?! “Não parece de verdade; é de verdade! Está vivo!” – ele corrigiu. Ele estava certo. Uma de minhas gatinhas – a Bibi – se deu o direito de, todas as tardes, acomodar-se no alto de minha estante, assumindo seu lugar no posto avançado de vigilância da paisagem.

Como consegue ficar estática por algum tempo, e com os olhos bem abertos, ela mais parece uma estátua. E já enganou muita gente com essa brincadeira.

O cargo de vigia oficial dura só esse curto período em que os olhos dela ficam bem abertos, pois logo ela engata um sono inspirador, ali no alto mesmo. Porém qualquer movimento atípico neste cenário a faz despertar. Então ela abre os olhos, levanta a cabeça e fica atenta: observa tudo. E foi quando ela estava nessa pose, que o homem a viu e ficou fascinado, chamando a atenção do colega para que a admirasse.

Estatuetas de animais decoram muitas casas e também estabelecimentos diversos. Cavalo, coruja, cachorro e algumas aves são muito comuns. Outros animais, nem tanto. O pinguim, por exemplo, que já foi item obrigatório sobre as geladeiras, hoje é considerado brega (ou retrô). Coitado! Foi rebaixado sem dó.

Havia pinguins de todos os tamanhos e para todos os gostos. E não havia geladeira sem um deles. Isso mesmo: o Brasil, país tropical, era uma terra cheia de pinguins. Agora, até dragão tem mais moral do que o pinguim, que entrou numa gelada: acabou perdendo o posto antes mesmo de o nome dele perder o trema.

Alguns elefantes têm sobrevivido à moda que vai e vem. Para algumas pessoas mais supersticiosas, existe até um ritual para exibi-los em casa. E ai de quem ousar interferir no posicionamento de um elefante na decoração!

Outros bichos selvagens também andam por nossas casas: girafa, tigre, leão, onça... Porém é bom que, a rigor, sejam só como objetos de decoração. E, se forem estilizados, melhor ainda.

Uma estatueta de gatinha como enfeite de casa apresenta o seu charme. Entretanto uma gatinha de verdade, que foi adotada com muito carinho, garante mais alegrias. Além de ser uma companhia muito doce para todos os dias. Só quem tem o privilégio de desfrutar de uma companhia dessa sabe o quanto ela é tudo de bom.




San Marco - 13jul
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc acredita que o problema de emisso de Carteiras de Trabalho ser resolvido com o apoio do Sine Municipal, que passar a emitir o documento possivelmente ainda neste ano?




JM FORUM
Diante do crescente nmero de moradores de rua e com o fechamento do albergue municipal, a Seds lana nova etapa de poltica de resgate. Na sua opinio, como a situao de rua pode ser revertida em Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018