JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 12 de dezembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Você tem tempo?

É até redundante dizer que os profissionais andam sem tempo. O mercado exige cada vez mais pessoas com o perfil de múltiplas habilidades e isso significa maximizar os segundos

- Por Marcos Vinícius Zani Última atualização: 27/09/2009 - 14:43:02.

É até redundante dizer que os profissionais andam sem tempo. O mercado exige cada vez mais pessoas com o perfil de múltiplas habilidades e isso significa maximizar os segundos para suprir as necessidades diárias das empresas. Por outro lado, também estamos sentindo falta de mais horas de qualidade durante o dia. Ou seja, temos que fazer mais, melhor e em menor tempo. Dizem que, para se ter uma tarefa executada, é preciso delegar a quem não tem tempo, pois o mesmo a realizará de alguma forma. Por que isso acontece? Porque elas sabem administrar a relação tarefa X tempo.

Essa nova gestão de tempo exige mudanças de comportamentos e hábitos que nos acompanham há anos. E, se há mudança, há a resistência a ela. Essa dificuldade de elaborar essa situação pode ser devido à ideia de se interpretar que a disciplina é uma forma de se aprisionar, sendo que acontece o contrário, liberta. Você ganha mais tempo quando faz o que tem de ser feito em menos tempo. Sobra mais para você se dedicar a outros afazeres ou ao descanso, por exemplo.

Portanto, comece agora a diagnosticar como distribui sua planilha de compromissos. Uma boa ideia é iniciar com uma nova metodologia de reunião empresarial. Já notou a cara de quem descobre que terá reunião no fim do expediente? É cara de quem gostaria, mas não pode dizer não. O motivo? As reuniões nas organizações são desorganizadas. O.K., não vamos generalizar, em algumas delas ocorre dessa maneira. Então, aí vão algumas sugestões: comece uma reunião sempre no horário de trabalho, para que sua equipe não entenda que é injusto ficar mais alguns minutos depois de um longo trabalho árduo. Se possível, realize a reunião em pé, assim fica mais desconfortável e as pessoas tendem a ser mais objetivas. Toda reunião deve ter um assunto predeterminado para que outras questões impertinentes não sejam exploradas. Além do mais, deve-se ter uma pauta com detalhes dos tópicos que serão abordados por uma razão de organização dos assuntos. Reunião produtiva tem horário para começar e terminar, é uma questão de respeito até à família de quem o espera ou a outros compromissos pessoais que o estão aguardando. Também é importante saber quem convocou e o motivo, ou seja, quais os objetivos do encontro. Por último, seria importante registrar o resumo e conclusões numa ata devidamente assinada pelos participantes. Reunião boa é rápida. É melhor fazer uma reunião de trinta minutos por semana do que uma de duas horas por mês. Não podemos nos esquecer que é preciso ter um líder para gerenciar as abordagens que surgirão a todo momento. E, claro, não pode haver competição de ego. O foco são os problemas e soluções, e não quem sabe mais.

Fique com tempo livre para fazer o que está na fila das coisas que gosta e você nem se lembra mais.
 

(*) publicitário, professor universitário, palestrante e consultor de Marketing
marcos.zani@gmail.com

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia