JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 10 de dezembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Colégio Jean Christophe

Há 50 anos nascia em Uberaba o Colégio Jean Christophe, realização de um sonho de uma jovem que se popularizou como a tia Célia

- Por Márcia Moreno Campos Última atualização: 18/02/2018 - 15:54:17.

 Colégio Jean Christophe


Há 50 anos nascia em Uberaba o Colégio Jean Christophe, realização de um sonho de uma jovem que se popularizou como a tia Célia. Célia Lima Peres fundou sua escola pensando não só em proporcionar uma boa educação aos alunos, como também, e principalmente, atuar na formação do ser humano. Valores como ética, respeito e solidariedade sempre fizeram parte da grade de ensino do Jean Christophe. Para ajudar na difícil missão, tia Célia contou com a inestimável ajuda da tia Neuza e juntas aceitaram o desafio de ensinar a ler, escrever, fazer cálculos, reconhecer lugares nos mapas, descobrir a história, e crescer sabendo tomar decisões que moldariam suas vidas. Dedicação não lhes faltou e ao ato de bravura inicial seguiram-se anos de recompensa com o sucesso dos alunos.

Tive a oportunidade de acompanhar de perto o método e a forma de educar por elas adotados, pois minhas duas filhas estudaram lá e eu sempre participei de reuniões, comemorações festivas e bate-papos com as diretoras e professores. Minhas meninas entraram tímidas, inseguras e eu as acompanhei por um tempo até que a timidez foi se desfazendo, elas foram se soltando e minha presença se tornou dispensável durante as aulas. É com saudade que me lembro daqueles dias, das festas juninas, das formaturas encerrando ciclos, do jardineiro amigo, do nome das primeiras professoras, de alguns acidentes como cair do “pula-pula” e de dar e receber mordidas de coleguinhas. Tudo resolvido com bom-senso e participação das queridas tias. Minhas filhas ao saírem do colégio alçaram voos e levaram na bagagem uma base sólida da disciplina Português, sempre escrevendo corretamente, o que lhes foi de grande valia nas etapas posteriores da vida.

A formação de uma criança é o começo de tudo que está por vir. Quando famílias e escolas trabalham junto o sucesso é garantido. Nada é tão importante e desafiador como educar. A abertura para a razão é a educação. Educação vem de “ex-ducere”, que significa levar para fora. Foi isso que essas pessoas incríveis fizeram e continuam fazendo. Célia, Neuza e toda a equipe Jean Christophe, minha eterna gratidão.


Marcia Moreno Campos
Uberaba, 18 de fevereiro de 2018

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia