JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 14 de agosto de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Promessa de Ano-Novo

Ao final de todos os anos, sempre me pergunto o que eu poderia estipular como promessa

Por Eliana Barbosa. Última atualização: 22/12/2017 - 21:40:37.

Ao final de todos os anos, sempre me pergunto o que eu poderia estipular como promessa de melhoria interior para o novo ciclo que vai se iniciar, e assim vou buscando crescer como ser humano.

Então, neste ano, quero convidar você para me acompanhar em um compromisso de Ano-Novo que vai não só mudar nossas vidas pessoais e profissionais, mas também a energia do nosso Brasil...

Vou te contar de onde veio essa ideia: certa vez perguntaram a minha opinião a respeito da prosperidade dos EUA, país que gosto muito de visitar e espero terminar minha vida residindo lá. E eis aqui a minha explicação para tamanha prosperidade: as pessoas valorizam o trabalho uns dos outros, não pechincham na hora de pagar e, o melhor, lá há a cultura da gorjeta, da gratificação por um trabalho bem feito, e isso é admirável e estimulante!

A cultura da gorjeta, a meu ver, faz a roda da abundância girar para um povo que é generoso, amável, gerando uma energia de autoestima e de prazer pelo bem feito.

Aqui, no Brasil, herdeiros que somos de uma perversa cultura colonialista e escravagista, há quem ache bonito comprar produtos de grife, mas se ofende quando um profissional liberal dá um preço por seus serviços. A mentalidade daqui é egoísta, em que as pessoas sempre acham que seu próprio dinheiro vale mais que o trabalho dos outros.

Por isso, hoje, às vésperas de um Novo Ano, eu te convido a, juntos, começarmos a premiar, com gorjetas, ou mesmo lembranças, aquelas pessoas que nos prestam bons serviços, seja em uma loja, em um salão de beleza, um pedreiro, pintor, eletricista, garçom (e entregue diretamente pra ele), um médico, dentista, terapeuta, advogado, engenheiro, e etc.

É sempre bom ter em mente que para recebermos da Vida é preciso antes nos disponibilizar a doar. Você já pensou que surpresa nós iremos causar às pessoas cujos serviços foram merecedores de valorização? Já pensou na boa energia que irá retornar para cada um de nós?

Chega de reclamar da miséria moral e financeira deste país! Hora de agir!

Finalizando, então, deixo aqui o meu convite para que, juntos, criemos um círculo virtuoso de prosperidade, onde as pessoas irão trabalhar e servir com mais alegria e entusiasmo. E vamos compartilhar essa ideia e nos vigiar, por um bom tempo, até que este ato se torne um hábito!

Feliz Natal e um Novo Ano pleno de realizações!!!  

(*) Life coach, psicoterapeuta, articulista de jornais e de revistas de circulação nacional e internacional, autora de vários livros no campo do autodesenvolvimento, apresentadora de programas em TV e rádio, e ministra palestras e cursos transformacionais no Brasil e nos Estados Unidos
www.elianabarbosa.com.br
eliana@elianabarbosa.com.br

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia