Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Dom Paulo Mendes Peixoto - 04/11/2017

Critrios de vida

Compartilhar:

Convivemos com tantas ameaças à dignidade da vida humana, e totalmente sem critérios. Não só as pessoas são atingidas, mas também as instituições, as organizações, como é o caso da família. Querem, a todo custo, defender uma liberdade individualista, rechaçando todo tipo de critério de defesa da coletividade, impondo modos subjetivos ameaçadores da ética e da moral.

A Palavra de Deus apresenta as bem-aventuranças como critérios que asseguram a esperança, respeitam a individualidade e abrem caminhos para uma vida feliz. Criam um estilo de vida em que a pessoa é capaz de enfrentar as situações desastrosas sem perder o equilíbrio e a calma. O apoio é buscado e centrado em Deus, e não nas coisas simplesmente materiais e sem base segura.

Ao fazer referência a critérios positivos, necessários para uma vida realmente feliz, falamos de inúmeros valores totalmente desmoronados nos últimos tempos. Temos uma mídia secular e comandada por pessoas sem escrúpulos afetando a estabilidade da família e da própria sociedade. Todos sofrem com isso, tendo que absorver condicionamentos prejudiciais ao coletivo.

Parece existir uma verdadeira hostilidade aos valores proclamados por Jesus Cristo, porque eles são exigentes e vão à contramão da nova mentalidade. Viver as bem-aventuranças é ter coragem de enfrentar os sacrifícios e renúncias para solidificar uma prática própria do reino de Deus. Isso exige dos cristãos uma força de perseverança para atingir objetivos de vida em Deus.

As agressões à cultura se multiplicam a todo instante e com uma abrangência muito grande. Tudo pressiona mudança na história, provoca insegurança e uma crise preocupante. São mudanças que criam superficialidade nos relacionamentos e incapacidade para superar os impasses da modernidade. Causam o perigo da perda de esperança, deixando um vazio quanto às expectativas do futuro.

A realidade política do Brasil também é preocupante. Reina um corporativismo sem precedentes entre os políticos. Eles passam por cima de valores essenciais para a vida do país. Não é por acaso que a sociedade está indignada com seus dirigentes, porque agem mais preocupados com a própria estabilidade do que com o povo. Colocam em prática o adágio: “O povo é um detalhe”. 

(*) Arcebispo de Uberaba




San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc concorda com a alterao do horrio de funcionamento de estabelecimentos comerciais e at mesmo da Prefeitura em decorrncia dos jogos da Seleo na Copa do Mundo?





JM FORUM
Voc acredita na briga de faces criminosas como motivao para as recorrentes mortes de detentos na penitenciria de Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018