JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 17 de agosto de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Meu veículo pode ser apreendido em blitz pelo não-pagamento do IPVA e licenciamento?

Esse tema vem ganhando bastante repercussão nos últimos dias, inclusive de forma...

Por Drisdelle Lopes. Última atualização: 26/07/2017 - 08:53:05.

Esse tema vem ganhando bastante repercussão nos últimos dias, inclusive de forma equivocada por alguns. Do ponto de vista da seara tributária, é ilegal apreender um veículo por ausência de pagamento de tributo (IPVA - Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores).

Apreender um veículo pelo não-pagamento do IPVA trata-se de um conduta abusiva, posto que o Estado possui outros meios coercitivos para rever os seus débitos, como, por exemplo, protesto e execução fiscal.

Então, de fato não posso ter o veículo apreendido por falta de pagamento de IPVA e licenciamento?

Vamos com calma, se a causa for IPVA, não. Contudo, em relação ao licenciamento, a vertente é outra.

O CTB (Código de Transito Brasileiro), em seu art. 130, refere-se ao CRLV (Certificado de Licenciamento de Registro do Veículo), um dos documentos de porte obrigatório, que é atualizado anualmente após o pagamento do licenciamento, IPVA, seguro obrigatório e eventuais multas.

Lado outro, o art. 128, também do CTB, aduz que não será expedido novo CRLV enquanto houver débitos fiscais e de multas de trânsito e ambientais, vinculadas ao veículo, independentemente da responsabilidade pelas infrações cometidas.

Portanto, conclui-se ser indispensável a quitação de todos os débitos vinculados ao veículo para então ser emitido o CRLV. Com efeito, a penalidade pelo descumprimento da lei está disposta no art. 230 do CTB:

"Art. 230. Conduzir o veículo: 

V - que não esteja registrado e devidamente licenciado; Infração - gravíssima; Penalidade - multa e apreensão do veículo; Medida administrativa - remoção do veículo;". 

Logo, quando o veículo é recolhido, ele está sendo recolhido por estar circulando nas vias sem o devido licenciamento e não por falta de pagamento de IPVA, posto que aquele que não efetua o pagamento do IPVA não recebe o CRLV atualizado, ficando, portanto impedido de circular.

Lembre-se, o Estado não pode apreender veículo como meio coercitivo para pagamento de tributos, isto vale também para mercadorias de estabelecimentos. Entretanto, de acordo com a lei, ele pode apreender/remover por ausência de licenciamento atualizado.

Aqueles que entendem não ser possível a apreensão/remoção do veículo pugnam pela inconstitucionalidade do art. 230, V do CTB, apesar disso, a jurisprudência não possui entendimento sedimentado acerca do assunto.  

(*) Especialista em Direito Tributário pelo Instituto Brasileiro de Estudos Tributários, Extensão nas Grandes Teses; membro da Comissão de Direito Tributário da Ordem dos Advogados de Uberlândia; membro da Associação Brasileira de Direito Tributário e advogada tributária no Escritório Moreira Araújo Advocacia em Uberaba
Dúvidas:
drisdelle.adv@hotmail.com

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia