JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 21 de outubro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Dores da alma

Viver bem é realmente uma arte! A vida é tão cheia de surpresas e decepções que o ser humano...

- Por Eliana Barbosa Última atualização: 09/06/2017 - 21:10:36.

Viver bem é realmente uma arte! A vida é tão cheia de surpresas e decepções que o ser humano precisa mesmo ser um artista para lidar com suas alegrias e dores, ao longo da existência. Em momentos felizes, tudo é uma maravilha e, muitas vezes, passamos por eles sem a menor valorização ou gratidão.

Há pessoas que, em sua insegurança, mesmo em fases positivas da vida, ficam desconfiadas e temerosas de que esses momentos acabem e, assim, não aproveitam para saborear o presente.

Entretanto, difícil mesmo é quando as dores batem à nossa porta – dores físicas, através das doenças, e as dores morais, mais sofridas do que as primeiras. Dores morais são aquelas dores da alma que, em nossa fraqueza humana, permitimos que nos dominem. São elas: a ingratidão dos filhos, decepções familiares ou amorosas, fracassos financeiros e emocionais, etc. São nessas provações que a nossa fé e o nosso otimismo são cruelmente testados.

Nestes momentos é que o ser humano precisa entender que viver bem é o seu maior desafio e que esses testes são necessários na escola da vida. Se os encaramos com desespero, ressentimento e negativismo, acabaremos por não aprender as lições essenciais à nossa evolução e teremos que “repetir de ano”.

Diante das dores morais, o equilíbrio e o implacável desejo de crescer e ser feliz são fundamentais!

E, finalizando, uma sábia reflexão de autor desconhecido: “Se você está triste porque perdeu seu amor, lembre-se daquele que não teve amor para perder. Se você se decepcionou com alguma coisa, lembre-se daquele cujo nascimento já foi uma decepção. Se você está cansado de trabalhar, lembre-se daquele que, angustiado, perdeu um emprego. Se você reclama da comida mal feita, lembre-se daquele que morre faminto sem um pedaço de pão. Se um sonho seu foi desfeito, lembre-se daquele que vive num pesadelo constante. Se você anda aborrecido, lembre-se daquele que espera um sorriso seu. Se você teve um amor para perder, um trabalho para cansar, um sonho desfeito, uma tristeza para sentir, uma comida para reclamar... lembre-se de agradecer a Deus! Porque existem muitos que dariam tudo para ficar no seu lugar!” 

(*) life coach, psicoterapeuta, articulista de jornais e de revistas de circulação nacional e internacional, autora de vários livros no campo do autodesenvolvimento,  apresentadora de programas em TV e rádio e ministra  palestras e cursos transformacionais no Brasil e nos Estados Unidos
Conheça melhor as suas atividades profissionais no site
www.elianabarbosa.com.br
Contato:
eliana@elianabarbosa.com.br

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia