Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Ana Paula Perez - 06/06/2017

Maturidade emocional prepara campees

Compartilhar:

"Escolha um trabalho que você ame e não terás que trabalhar um único dia em sua vida" (Confúcio)  

Esta busca pode parecer sem fim para algumas pessoas, mas a resposta pode estar submersa em um mar de desconfiança e desconhecimento pessoal. O autoconhecimento abre uma janela espetacular de possibilidades e libera características naturais para tornarem-se talentos com funcionalidades produtivas.

A busca pelo trabalho ou atividade que amamos deve estar pautada na consciência de que para fazer o que amamos muitas vezes nos submetemos temporariamente ao que não gostamos e isso, aliado a muito autoconhecimento, nos impulsionará verdadeiramente, movendo-nos rumo ao que realmente importa.

Pergunte a quem ama canoagem se gosta de carregar a canoa. Pergunte ao nadador se ele ama as horas infindáveis de preparação física fora da piscina. Pergunte ao pintor se ele ama as horas de limpeza de seus materiais. Provavelmente eles dirão que sim. Não por realmente gostarem destas atividades, mas por terem em mente a cada instante o que realmente amam. Assim, entendem que todo o restante, mesmo que menos interessante, está inserido no que amam. É com este tipo de maturidade emocional e cognitiva que são forjados os campeões. É com este tipo de crença e autoconhecimento que as conquistas se concretizam. Assumir a postura de dedicação, de pagar o preço pelo que vale a pena, distancia pessoas realizadas das pessoas frustradas. A frustração pode nascer do fato de ainda não se ter escolhido um trabalho que se ame. Mas ela também pode nascer e florescer da pouca ou nenhuma disposição em assumir todas as partes do que se ama fazer. Qual destas atitudes é a mais impactante e mais paralisante frente ao destino que me aguarda?

Esta resposta é bastante pessoal e cabe a cada um a reflexão sobre sua própria e única realidade.

Alguns estudiosos do comportamento e da mente humana costumam dizer que as pessoas só fazem escolhas importantes e tomam decisões impactantes à beira do precipício ou quando a dor torna-se insuportável. Você já se perguntou quanta dor é capaz de suportar e quanto da caminhada rumo ao seu precipício pessoal você já percorreu?

Faça suas escolhas, assuma as consequências de escolher e também de abrir mão deste poder. Tire um tempo para si, escute mais o silêncio que pode te trazer informações valiosas e descubra o que de fato ama. 

(*) Atua como master coach com especialidade em neurocoaching e reprogramação física, mental e emocional, que inspiram o desenvolvimento pessoal e profissional de pessoas e empresas que desejam potencializar talentos e encontrar meios de vencer com equilíbrio, primeiramente a si mesmos e, posteriormente a todos os belos desafios que a vida apresenta
anapaula@appacoaching.com.br




San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc concorda com a alterao do horrio de funcionamento de estabelecimentos comerciais e at mesmo da Prefeitura em decorrncia dos jogos da Seleo na Copa do Mundo?





JM FORUM
Voc acredita na briga de faces criminosas como motivao para as recorrentes mortes de detentos na penitenciria de Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018