JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 21 de agosto de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Muito além dos livros

Desde os primórdios, a leitura de registros escritos é utilizada para compreendermos a realidade...

- Por Domus Aurea Última atualização: 07/02/2017 - 20:06:39.

Desde os primórdios, a leitura de registros escritos é utilizada para compreendermos a realidade, aprendermos sobre as diferentes culturas, refletirmos sobre o real sentido das ideias, sobre nossas vivências e nossos sonhos. Neste contexto, há evidências de que a leitura, em nossa cultura, sempre foi o caminho para alargarmos fronteiras, nos aprofundarmos na história e construirmos novos mundos. Sendo assim, a leitura está diretamente vinculada à liberdade e à modernidade.

Ao longo da história e atualmente, que nos deparamos com um mundo das tecnologias, de informações instantâneas e do conhecimento das múltiplas linguagens, a leitura nos possibilita aprimorar a habilidade comunicativa, dinamizar o raciocínio e a compreensão textual, ampliar o contato com a norma culta da língua, praticar a gramática e o enriquecimento do vocabulário, evidenciando que ela está intimamente associada ao saber, ao desenvolvimento intelectual e pessoal. Os conteúdos trabalhados na escola, por exemplo, poderiam ser muito mais significativos e dificilmente esquecidos pelas pessoas, se a leitura rotineira fosse um hábito na vida das mesmas. As dúvidas, muitas vezes, frequentes durante a escrita, deixariam de existir, pois a leitura transforma nosso conhecimento, tornando-o mais amplo e diversificado.

O hábito de ler deve ser criado durante a infância, ressaltando às crianças que a leitura, além de prazerosa, é muito importante para que se transformem em adultos cultos, dinâmicos e capazes de transformação. Assim como a família, a escola também deve considerar a leitura como uma das mais importantes tarefas a serem realizadas com os estudantes. Os adultos precisam compreender a real necessidade da leitura, bem como praticar com eficiência tal hábito. Todos são responsáveis por desenvolver estratégias e diferentes maneiras de incentivar o hábito de leitura nas crianças.

De acordo com especialistas, para que possamos compreender a importância do hábito de ler, necessitamos conhecer três objetivos bastante distintos: realizar a leitura por prazer, o qual oportuniza, por meio de linguagens diferenciadas, o desenvolvimento da imaginação, a ampliação da escuta lenta e o enriquecimento do vocabulário; ler para estudar, objetivando a elaboração de novos conhecimentos, o que deve ser trabalhado com as crianças desde cedo; ler para se manter informado, geralmente, ocorre por meio da leitura dinâmica e descontraída de diferentes gêneros textuais, compreendendo que a leitura não deve ser uma atividade solitária, mas sim um diálogo ou uma troca, que podem ser bastante estimulantes.

A leitura, quando ocorre de maneira significativa, apesar de ser caracterizada por uma dimensão de individualidade, por possibilitar ao leitor que utilize as mais variadas significações para compreender e preencher as lacunas e os vazios do texto, também oportuniza que sejam encontradas respostas para muitas indagações presentes na sociedade. Para tanto, o contato com a língua escrita culta e correta pode ocorrer de diferentes maneiras, basta diversificar as leituras. O ato de ler é muito mais do que ler apenas livros, considerando todo e qualquer meio de comunicação, como jornais, revistas, revistas em quadrinhos, redes sociais, entre outras publicações. Hoje, a leitura está em diferentes plataformas e existem inúmeros gêneros textuais, que podem agradar até ao mais cético dos leitores. 

(*) Gestora de 1° e 2° anos do Colégio Positivo Júnior

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia