JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 17 de agosto de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Vem aí o Material Escolar

Alguns pais antecipam as compras de material escolar na tentativa de economizar...

Por Cláudia Feres. Última atualização: 04/11/2016 - 14:57:00.

Alguns pais antecipam as compras de material escolar na tentativa de economizar. Os fabricantes anunciaram reajuste para janeiro de 2017, o que leva consumidores, em pleno período de compras de Natal, à procura de cadernos, canetas, lápis e livros mais baratos. O 13º salário é também um incentivador para a antecipação das compras. É importante aproveitar todo o material que sobrou deste ano, conferir os preços e fazer pesquisas, para economizar. Os itens de uso coletivo não podem ser cobrados dos pais, como: papel sulfite em grandes quantidades, copos descartáveis, papel higiênico, álcool, materiais de escritório e produtos de limpeza. Peça a lista com antecedência e analise o que é pedido pela escola, pois esta não pode determinar marca, papelaria entre outros. A única exceção é para as apostilas fabricadas pela própria escola. É vetado pedir a compra de remédios como analgésicos e afins. A escola é proibida de ministrar remédios nos alunos e se a escola contar com ambulatório e serviço de um pediatra, ela deverá comprar esse medicamento e não pedir em lista de material escolar. A cobrança de taxa de material sem a apresentação da lista é considerada abusiva. Tudo o que for pedido deve ser utilizado e se não for, devolvido para reuso, porque uma escola de qualidade tem que garantir a educação de um consumo sustentável começando pela lista de material escolar. Consumidor, comece o ano de bem com as compras de material escolar. Qualquer dúvida procure a Fundação Procon

Cláudia Feres
Professora Universitária
Chefe de Departamento do Contencioso da Fundação Procon Uberaba

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia