JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 15 de agosto de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Chega de se sentir inferior

Tempos atrás, recebi uma carta de uma jovem dizendo se sentir muito insatisfeita...

Por Eliana Barbosa. Última atualização: 30/09/2016 - 19:50:45.

Tempos atrás, recebi uma carta de uma jovem dizendo se sentir muito insatisfeita com sua aparência, que não consegue dirigir depois que bateu o carro, tem pânico de lagartixa e nunca consegue terminar o que começa a fazer. Além disso, sente-se inferior e insegura nos relacionamentos, o que a torna uma pessoa inibida e fechada. E ela me pergunta o que fazer para ser mais corajosa, segura e determinada.

Então, enviei a ela (que teve a coragem de expor suas dificuldades), e a todos que também sentem um ou mais desses sintomas de baixa autoestima, estas sugestões:

· De uma vez por todas, dê um basta em sua autodepreciação! Comece respeitando-se mais, bem como suas opiniões e vontades, sem ficar esperando respeito dos outros.

· Entenda que toda mudança em sua vida sempre deverá começar por você, por sua mudança de postura. Ninguém vai valorizar quem não se valoriza.

· Acredite no seu merecimento de viver mais alegre, livre de medos e plena de realizações porque a vida vai lhe oferecer exatamente aquilo que você esperar dela.

· Ao acordar, todos os dias, olhe-se no espelho, e, sem crítica alguma, sorria pra você, admire-se como pessoa, abra seus braços e dê em si mesma um grande e afetuoso abraço.

· Programe-se positivamente para a felicidade e o sucesso, com declarações positivas que devem ser repetidas várias vezes, todos os dias: “Eu me amo, me admiro e me nutro de confiança e afeto”, “Eu sou capaz de realizar meus sonhos!”, “Eu mereço ser bem tratada”, “Sou feliz e grata porque estou vencendo minhas limitações!”, etc.

· Embora muitas vezes isso ainda não seja verdade em sua vida, seu cérebro, cuja função é acatar tudo o que lhe é dito sistematicamente, acreditará nas palavras promissoras e vai providenciar uma forma de fazer cumprir o que você determina.

· Sem medo de desagradar às pessoas “folgadas” que a cercam, diga “não” quando sentir vontade, sem culpas. Só assim, recusando-se a “engolir sapos”, você estará sendo sincera com quem merece seu maior respeito: Você Mesma!

· Guarde bem: Ninguém é capaz de fazê-la se sentir inferior, a menos que você ofereça seu consentimento.

· E, quanto mais você alimentar seu amor próprio, mais encantadora você se tornará! Vamos lá, então! Hora de levantar a cabeça e mudar!

(*) life coach, psicoterapeuta, articulista de jornais e de revistas de circulação nacional e internacional, autora de vários livros no campo do autodesenvolvimento,  apresentadora de programas em TV e rádio, e ministra  palestras e cursos transformacionais no Brasil e nos Estados Unidos
Conheça melhor as suas atividades profissionais no site
www.elianabarbosa.com.br
Contato:
eliana@elianabarbosa.com.br

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia