Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Dom Paulo Mendes Peixoto - 10/09/2016

Valor da vida

Compartilhar:

A morte, quando acontece de forma natural, não significa desvalorizar a vida, porque ela faz parte da história de cada ser humano. Podemos entendê-la (a morte), conforme a bíblica, como caminho de purificação, de salto para a eternidade ou a plenitude de vida, que só acontece no encontro definitivo com Deus. “Não quero a morte do pecador, mas que ele se converta e vida” (Ez 18,23).

A vida é a superação da morte. Ela é um dom que plenifica sua existência e lhe dá as possibilidades necessárias para a pessoa ser feliz. Com uma facilidade quase natural, o indivíduo perde sua capacidade de convergência, ou de realizar aquilo que ajuda na própria integridade pessoal. Por isso, é sempre importante realizar o retorno para objetivos que ajudam na qualidade de vida.

O amor de Deus, em relação à vida, é incisivo, mas depende dos compromissos que temos como defensores dos princípios que a conservam. Só o fato de pouco investimento e má administração no setor da saúde pública já é indício claro do desrespeito para com ela e a desqualifica. No Brasil essa realidade é gritante, corroborando com um saneamento público de proporções lastimáveis.

No Evangelho, Jesus fala da ovelha ou da moeda perdida e investe tempo para encontrá-las. Fica alegre quando as encontra, pois se colocou a serviço delas, porque são importantes dentro do conjunto e da totalidade de seus bens. É como centrar esforços para defender quem está nas periferias de sua existência, na falta de saúde, de vida digna, de pobreza e sem condições reais de vida.

A parábola do “filho pródigo” é vista como a volta daquele que estava perdido, estava morto e agora voltou à vida. A Igreja “em saída” do papa Francisco é aquela que vai ao encontro dos doentes nas periferias existenciais, aos doentes no corpo, na mente e na identidade espiritual. É como o médico que foi preparado e existe para curar quem está enfermo e depende de recuperação.

Todas as pessoas são convidadas para assumir os interesses que proporcionam o valor da vida. Essa é a vontade do Criador, que deve ser também a vontade de toda criatura. Não é fácil valorizar mais quem está numa vida perdida do que àqueles que estão sempre sendo fiéis e levam consigo uma vida sadia. Disse Jesus que veio para salvar os que estavam perdidos, e não os já salvos. 

(*) Arcebispo de Uberaba




San Marco - 9fev
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
RIVER AUTOPEAS
SINTONIZE

ENQUETE
Apesar de a PMU descartar surto de meningite na cidade, h aumento significativo no nmero de casos. A vacinao a forma mais eficaz de preveno. Voc est com a imunizao em dia?







JM FORUM
Aps pedidos de moradores e vereadores, o albergue municipal vai se mudar do Boa Vista para a av. Orlando R. Cunha. Na sua opinio, a mudana positiva?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018