Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Aristteles Atheniense - 21/04/2016

Um Ministrio srio e competente

Compartilhar:

Embora o processo do impeachment ainda não tenha atingido a sua fase decisiva no Senado, já são conhecidos alguns nomes em condições de ocupar as vagas ministeriais, caso vingue a investidura de Michel Temer, embora não se possa afirmar que haja compromisso de sua parte em relação aos possíveis candidatos.

Entre os postos mais polêmicos, o que se reveste de maior interesse é o Ministério da Fazenda. A razão da disputa entre os estados do Norte e Sul é a atuação do novo titular junto às classes empresariais que vivem, no momento, fase das mais difíceis, gerando graves apreensões.

Quando Aécio Neves se rivalizou à Dilma Rousseff, o nome de Armínio Fraga era o de preferência do candidato tucano, devido à sua experiência no exterior e o fato de haver prestado bons serviços ao governo de Fernando Henrique Cardoso.

Agora, segundo o noticiário, Michel Temer estaria disposto a aceitar Armínio Fraga, desde que tenha Aécio como padrinho, a fim de que as medidas que venha a adotar não sofram restrições do senador mineiro.

Também o nome de José Serra está sendo cogitado, em razão do bom relacionamento que ainda conserva com Temer. Mas, para um grupo da cúpula do PSDB, talvez a nomeação de Serra fosse melhor se recaísse na pasta da Saúde, onde granjeou prestígio com o programa de combate a Aids.

No Ministério da Agricultura, o nome do ex-prefeito de Uberaba e atual deputado federal Marcos Montes se destaca pela sua experiência no agronegócio. Além de ter atuado na comissão especial da Câmara, adotando posição firme contra o Planalto.

Muitos outros nomes vêm sendo alvo de especulações, a exemplo do ministro Carlos Mário Velloso, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, que é bem visto pela OAB e desfruta de grande conceito no mundo jurídico. Desde que foi deflagrado o impeachment, o ministro Velloso foi dos primeiros a justificar a sua procedência, repelindo o chamado “golpe” explorado pelos apoiadores de Dilma.

O nosso coestaduano Roberto Brant é bem recomendado para o Ministério da Previdência, por já haver ocupado aquela pasta no governo de Fernando Henrique, tendo trânsito livre nas mais variadas correntes políticas que apoiam Michel Temer.

Tudo faz crer que, tão logo o processo evolua no Senado Federal, os candidatos em comento, além de outros, ficarão dotados de maior poder à medida que revelarem aptidão e seriedade no exercício do ministério que venham ocupar.

Mais importante que as indicações meramente políticas serão o passado, a seriedade e a experiência, com o objetivo de extinguir o clima de pessimismo e promover a saída do País da recessão.

Minas Gerais, embora contando com um governo petista, certamente será lembrada pelo novo presidente, reassumindo a importância de que sempre desfrutou na Federação.

Mas, para que isto ocorra é indispensável que as associações e entidades de classe se empenhem em favor daqueles que já demonstraram idoneidade e eficiência, no passado, conservando disposição em servir ao País, ao invés de buscarem apenas vantagens pessoais que lhes assegure a manutenção dos postos para que forem recrutados. 

(*) Advogado e Conselheiro Nato da OAB Diretor do IAB e do iamg Presidente da AMLJ
www.facebook.com/aristoteles.atheniense
Blog
www.direitoepoder.com.br
Twitter: @aatheniense




San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc concorda com a alterao do horrio de funcionamento de estabelecimentos comerciais e at mesmo da Prefeitura em decorrncia dos jogos da Seleo na Copa do Mundo?





JM FORUM
Voc acredita na briga de faces criminosas como motivao para as recorrentes mortes de detentos na penitenciria de Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018