Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Dom Paulo Mendes Peixoto - 16/01/2016

Mudana radical

Compartilhar:

A “sustentabilidade” tem sido a palavra mágica dos últimos tempos. Ela está no cenário midiático como solução para os problemas predatórios da sociedade do consumo. E ninguém é contra uma ação radicada na sustentabilidade, inclusive a empresa Monsanto diz ser o coração de seus negócios. O mesmo pensa a BAE Systems, a maior fabricante de armas de guerra do mundo.

O que se vê é uma desconexão entre a prática de vida e os princípios da fé em Jesus Cristo. Os Estados preocupados com o aquecimento global, como foi o caso da Rio+20, conferência realizada no Brasil em 2012, mas sem disposição para firmar metas de sustentabilidade. O que falta é coragem de uma mudança radical, priorizando a defesa da natureza, e não o mercado consumidor.

Deus não está presente onde não há uma verdadeira mudança. Foi o que aconteceu com o faraó do Egito, que não queria mudança nenhuma para conservar o regime de escravidão. Mas o povo, apegando-se na proposta de Javé, através de Moisés, construiu a sua própria história, fazendo um caminho de libertação. Não podemos ficar conformados com a escravidão.

Ter experiência de Deus significa dar passos de mudança e sair do indiferentismo vivido pela cultura de exclusão, de pouco cuidado com o verdadeiro sentido da vida. A ausência de Deus facilita a execução de um projeto cheio de criminosos, violência e morte. Cresce a falta de amor, falta de Deus, fermentando situações de desespero e todo tipo de práticas contra o projeto de vida.

Deus nunca favorece o império do individualismo. O apóstolo Paulo fala dos dons, ministérios e serviços na comunidade. A mudança radical deve caminhar para uma sociedade onde impere a forma comunitária e relacional. O mais importante são as situações de complementariedade e ajuda mútua, diferente de uma realidade onde há o domínio da ambição, da inveja e da injustiça.

O mundo sem Deus torna-se desumano, porque não faz a vontade de Jesus Cristo. As pessoas não se tornam discípulas, incomodadas e seguidoras do Mestre. É fundamental ir ao outro, esvaziar-se para criar fraternidade, amor e convivência.  

(*) Arcebispo de Uberaba




San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Aps publicao no Porta-Voz, obras da revitalizao do Calado devem sair do papel neste ms. A previso que sejam concludas em seis meses. Na sua opinio, a revitalizao fica pronta para impulsionar as compras de Natal?




JM FORUM
A partir desta tera-feira, dia 15 de maio, pr-candidatos de todo o pas podero iniciar suas campanhas de financiamento coletivo online, a vaquinha virtual. Voc acredita que a arrecadao ser suficiente para as campanhas?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018