Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Dom Paulo Mendes Peixoto - 24/10/2015

Pedir socorro

Compartilhar:

A impressão reinante no país é de pedido de socorro. Parece que muita coisa está estrangulada, mal conduzida e sem direção. Basta observar como o povo está desorientado, sem esperança e se vendo como falido. Isso significa realidade de improdutividade, sem força para enfrentar os desafios da vida. É apenas no Brasil, ou o mundo todo caminha mergulhado na mesma situação?

A história registra uma sociedade que confiava mais em Deus e não se abatia diante dos impasses que iam surgindo. Isto é menos visível hoje e as preocupações estão muito concentradas na pessoa, no indivíduo, causando o individualismo dos últimos tempos, descartando a presença libertadora de Deus. Parece que ser cristão é ser desconectado com a mentalidade dominante.

O mundo não consegue entender que tipo de Messias é Jesus e não se deixa envolver pela prática da vida cristã. Chegam a dizer que a bíblia é manipuladora e tira a liberdade das pessoas. Até chamam a Igreja, desonestamente, de “quadrada”, que ficou na história, prestando um péssimo trabalho para a humanidade. Pelo menos o passado não era tão superficial como hoje.

Existe uma cegueira tirando das pessoas a capacidade de olhar positivamente para o mundo. Ficar centrado na ambição de fama e de domínio significa estar cego, estar incapaz de perceber que a realização humana não depende apenas do indivíduo. Não é fácil libertar-se das ideologias dominantes e triunfalistas.

A maldade do mundo cega a vida as pessoas. Por isto, em várias circunstâncias, é preciso mudar de mentalidade para conseguir enxergar as possibilidades que permitam a construção de uma realidade nova e sadia. É quase que como dar um grito de pedido de socorro, que passa pelas decisões coerentes e pessoais.

O grito de socorro é por liberdade e paz. Disto ninguém fica de fora, nem quem caminha totalmente protegido por seguranças, porque a questão não se limita ao âmbito físico e humano. A sociedade está carente de uma segurança sobrenatural, de apoio em Deus, que supera toda força ideológica de hoje. 

(*) Arcebispo de Uberaba




San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Voc concorda com a alterao do horrio de funcionamento de estabelecimentos comerciais e at mesmo da Prefeitura em decorrncia dos jogos da Seleo na Copa do Mundo?





JM FORUM
Voc acredita na briga de faces criminosas como motivao para as recorrentes mortes de detentos na penitenciria de Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018