JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 14 de agosto de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

A melhor mãe do mundo

Você já notou o quanto você passa seu dia tensa, preocupada com o que poderia

Por Eliana Barbosa. Última atualização: 15/05/2015 - 20:42:40.

Você já notou o quanto você passa seu dia tensa, preocupada com o que poderia fazer melhor por seu filho? Já percebeu o quanto você se cobra perfeição como mãe? E como você tem sofrido com a culpa por pensar que deveria fazer mais do que faz?

Chegou a hora de dar um basta neste sentimento de incapacidade e de frustração e, principalmente, nesta mania de fazer tempestade em copo d’água.

Ninguém nunca disse que a arte da maternidade seria algo simples, porém, pare de pensar e repetir que “ser mãe é padecer no Paraíso”, porque esta crença limitante vai atrair para sua vida exatamente aquilo em que você coloca foco.

Pare de sofrer porque você não pode dar a melhor escola para seu filho. A melhor escola, na verdade, é a vida, e, neste caso, você pode e deve ser a grande mestra da família.

Seu modo de ver os acontecimentos do dia a dia, de pensar e falar, como você se posiciona diante das situações, ou seja, seu otimismo ou pessimismo são os grandes formadores do caráter de seu filho.

Seu jeito de tratar as pessoas influencia de forma poderosa nos relacionamentos que seu filho terá – na família, na escola, na vida social.

Se você é alguém que só reclama, fala mal de tudo e de todos, com certeza, está sendo o pior exemplo que uma criança ou jovem pode ter em sua criação.

Seu filho precisa não de uma mãe perfeita, que lhe dê tudo o que ele pede ou sonha, e sim de uma mãe humana, que assume suas limitações, mas sem se mostrar frustrada ou inferior. Pelo contrário, demonstrando que, apesar de todos os desafios impostos pela vida, você não perde a esperança e a fé de que tudo é possível, tudo passa, tudo se resolve.

O melhor legado que você pode e deve deixar para seu filho é o sentimento de gratidão a tudo e a todos, buscando sempre enxergar o lado bom até das coisas ruins. 

Ensine ao seu filho noções de cidadania,  humildade, gentileza na convivência, a ajudar nas tarefas domésticas, a manter a casa e o bairro limpos, a amar os animais, a fazer trabalho voluntário.

Com certeza, a melhor mãe do mundo não é aquela que entrega tudo pronto nas mãos de seu filho, e sim aquela que ensina a ele o valor de querer conquistar, como fazer planos e agir, despertando nele a certeza de seu potencial interior.

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia