JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 17 de agosto de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Sua opinião, mas com respeito

Com as redes sociais, temos visto muita gente revelando um lado agressivo surpreendente

Por Eliana Barbosa. Última atualização: 10/04/2015 - 20:32:49.

Com as redes sociais, temos visto muita gente revelando um lado agressivo surpreendente. Talvez por estar atrás do computador, a pessoa se sinta à vontade para xingar, desrespeitar, falar besteiras. E isso tem gerado muito desconforto, porque a energia das palavras hostis e críticas tem o poder de enfraquecer nosso ânimo e nos influenciar com o pessimismo.

É claro que todos podemos e devemos ter opinião sobre tudo, mas sempre respeitando o ponto de vista do outro.

Então, na próxima vez em que estiver conectado à Internet, lembre-se destas dicas: 

· Você é livre pra semear o que quiser, mas saiba que a colheita de sua semeadura é obrigatória. Aquilo que você acusa hoje poderá ser um problema em sua própria vida amanhã.

· Tenha responsabilidade sobre o que você comenta. Com agressividade e desrespeito você jamais conseguirá a credibilidade dos outros.

· Saiba que essa tendência negativa de espalhar mensagens vazias, sem conteúdo, ou agressivas, demonstra emoções carregadas de ódio, mágoa e culpa em seu coração. São atitudes de quem está de mal com a vida, e todo mundo percebe seus sentimentos, nas entrelinhas.

· O filósofo Sócrates, que viveu 400 anos antes do Cristo, deixou-nos um importante ensinamento: todo comentário, antes de ser pronunciado, deve passar por três crivos: o crivo da Verdade (você tem absoluta certeza do que vai falar?), o da Bondade (este comentário irá beneficiar alguém?) e o da Utilidade (o que será dito vai ser útil para alguém?).

· Não estou dizendo para você ser uma pessoa alienada, que aceita tudo o que acontece. É claro que há circunstâncias em que você pode se sentir na obrigação de desmascarar a mentira e a hipocrisia dos outros, evitando que mais pessoas possam ser enganadas e prejudicadas, mas isso não deve, jamais, se tornar o seu objetivo de vida. E, mesmo assim, fale o necessário com seriedade, sem agredir ou desrespeitar. 

· Enfim, se você não tem nada de bom para falar ou compartilhar com seus contatos, então o mais sensato é se calar e procurar meios para se transformar em uma pessoa mais positiva e bem-humorada, que irradie uma energia benfazeja e agradável.

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia