Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ARTICULISTAS
Tamanho do texto: A A A A
Eliana Barbosa - 10/10/2014

Quando os filhos erram

Compartilhar:

É muito comum entre os pais a preocupação excessiva em relação aos caminhos que seus filhos vão tomar na vida. Afinal, o que vocês devem fazer quando sentem que as decisões de seus filhos são erradas ou arriscadas: deixar que ajam como bem entendem e arquem com as consequências, ou impedi-los, impondo-lhes aquilo que pensam que é o correto?

• Esta é uma questão delicada. Enquanto seu filho estiver sob seu controle, menor de idade e dependente financeiramente, vocês podem até impedir alguns erros.

• Porém, ao perceber que seu filho agiu mal, jamais encubram os erros dele. Se errou, ele – e não vocês – terá que reparar. Por exemplo, se vocês viram  que o filho furtou uma bala que seja, faça-o voltar ao local, pedir desculpas e pagar. Essa vergonha que ele vai passar será uma valiosa lição para sua vida inteira. Toda vez que ele pensar em fazer algo imoral ou ilegal, vai se lembrar desse episódio e sentir mal com a própria atitude.

• Caso seja adolescente, se preciso for, apelem para o Juizado de Menores, que poderá ajudá-los a colocar limites, e procurem um psiquiatra para avaliar os distúrbios de comportamento dele, e medicar, se preciso for.

• Independente da idade, não superprotejam seu filho, não façam nada que seja responsabilidade dele. Deixem-no aprender a caminhar sozinho, tropeçar, cair e levantar. São essas pequenas superações que irão construir a autoestima dele.

• Quando adulto e independente, cuidado para vocês não interferirem de forma ostensiva. Sejam sutis, porque não tem como impedir esse filho de arriscar ou de agir errado. E quanto mais vocês falarem, menos ele os escutará, menos vai querer seguir seus conselhos.

• Sugiro que você – pai ou mãe – diga o seguinte, olho no olho: “Meu filho, você é livre para escolher seus caminhos, mas saiba que será responsável pelas consequências. Acima de tudo, eu te amo. O que não amo e não aprovo é o seu comportamento. E este, o comportamento, você pode mudar quando quiser. Eu vou apenas dar a minha opinião a respeito de suas escolhas e vou rezar para você.”

• Se até Deus, o Pai Maior, permite que Seus filhos errem e aprendam com os erros, quem somos nós, simples humanos, para impedir que nossos filhos caiam, se levantem e cresçam?

• E, finalizando, guardem bem: Limite é amor!




San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Aps publicao no Porta-Voz, obras da revitalizao do Calado devem sair do papel neste ms. A previso que sejam concludas em seis meses. Na sua opinio, a revitalizao fica pronta para impulsionar as compras de Natal?




JM FORUM
A partir desta tera-feira, dia 15 de maio, pr-candidatos de todo o pas podero iniciar suas campanhas de financiamento coletivo online, a vaquinha virtual. Voc acredita que a arrecadao ser suficiente para as campanhas?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018