:: Jornal da Manhã :: [43 anos]
Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
CIDADE
Tamanho do texto: A A A A
Gergia Santos - 14/05/2013

Congada e moambique vo s ruas pelos 125 anos da Abolio

Compartilhar:

Cultivando uma tradição de se comemorar a Abolição da Escravatura, aconteceu ontem em Uberaba o desfile dos ternos de congada e moçambique pelas ruas centrais da cidade. A festa foi realizada durante todo dia: no período da manhã teve o desfile de 14 grupos em direção à igreja Santa Terezinha e, à noite, baile, com coroação dos festeiros para 2014.

Este ano comemoram-se 125 anos da Abolição da Escravatura e em Uberaba, como de costume, foram realizadas várias atividades, começando logo cedo com um encontro dos ternos de congadas na Unidade de Atenção ao Idoso (UAI). O desembarque dos grupos foi realizado com muita festa, cânticos, danças e orações ao Rei Congo, à Rainha Ginga e ancestralidades africanas. Assim que todos chegaram, saíram rumo à igreja Santa Terezinha, passando pela avenida Leopoldino de Oliveira, subindo a rua Treze de Maio.

Durante o desfile os ternos relembraram a história do negro no Brasil. Já na praça em frente da igreja houve saudações ao busto da Princesa Isabel e também reverências aos congadeiros, moçambiqueiros e autoridades com atos de manifesto e discussão de políticas públicas direcionadas à raça negra. A banda do 4° BPM também participou da festa, tocando o Hino Nacional. Ainda no período da manhã foi celebrada missa afro, em louvor à alma dos cativos, e aconteceram apresentações dos ternos de congada e a confraternização nos quartéis. Já no período da noite houve um baile de coroação dos festeiros de 2014.

Todo o desfile contou com o apoio da Guarda Municipal para orientar o trânsito, evitando transtornos. E vale ressaltar os atos de manifesto que foram realizados assim que os ternos chegaram à praça, quando foram apresentadas as principais reivindicações. “Pedimos um pouco mais de apoio, pois para nós não é apenas festa, tem um significado muito grande, um ato que faz parte da nossa cultura. Esta é a única maneira que nós temos de expor a toda comunidade uberabense o quanto isso é importante. Pois nos deram liberdade, mas não nos deram instrumentos para sobreviver, um suporte”, explica o presidente dos grupos de congada e moçambique, Marcelo Simpatia.

Portanto, Marcelo ressalta que a luta até hoje é para que vejam a cultura afro de forma diferente da atual, sendo que ainda existe muita negação aos negros. “Vamos caminhando contra o preconceito, ainda muito velado, para dar aos nossos filhos o direito à escola, educação e trabalho, que não tivemos. Ainda existe muito preconceito que está camuflado. É muito importante não deixar a nossa cultura morrer, e nos ternos várias crianças participam das atividades, e isso é bom, pois dá sequência”, finaliza.



OUTRAS NOTCIAS


Sedest recolhe 22 veculos abandonados (13/02)
Populao reclama de terreno sujo e descaso no Jardim Belo Horizonte (13/02)
Moradores do Tancredo Neves se revoltam com corte de rvores (13/02)
Fora da situao de emergncia, cidade no ter ao do Exrcito contra o Aedes (12/02)
Caso de zika em Ituiutaba deixa Sade em Uberaba sob alerta (12/02)
Fora da situao de emergncia, cidade no ter ao do Exrcito contra o Aedes (12/02)
Caso de zika em Ituiutaba deixa Sade em Uberaba sob alerta (12/02)
Encerram-se hoje as inscries para seleo de conciliadores voluntrios (11/02)
Com aumento de 30%, movimento na rodoviria continua at o fim de semana (11/02)
Obras de macrodrenagem na Santa Beatriz sero retomadas este ms (11/02)
Supermercados se preparam para venda de pescados no perodo da Quaresma (11/02)
Com participao de vrias igrejas, Fraternidade debate o saneamento (11/02)
Vigilantes conseguem reajuste salarial de 11,4% mais benefcios (10/02)
Consumo de energia eltrica em Uberaba cai 0,7% em 2015 (10/02)
Casa do Educador est com inscries abertas para cursos profissionalizantes (09/02)
Presena de ciganos no Ozanan gera incmodo para moradores (09/02)
Farmcia da Gente leva 275 mil itens da Farmcia Bsica zona rural (09/02)
Sistema BRT/Vetor provoca alteraes no transporte coletivo e desagrada usurios (08/02)
Moradores vivem com medo de faltar gua nas torneiras (08/02)
Mato cresce at nas caladas, colocando pedestres em risco (08/02)




Incioo
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

Banner blog mais bella
JMM 52
ENQUETE
No sbado, dia 13 de fevereiro, o Uberaba Sport Clube estria no Campeonato Mineiro do Mdulo II na busca de sua ascenso para a elite do futebol em Minas. Voc acredita que o USC conseguir subir para a 1 Diviso este ano?




JM FORUM
Voc mora no bairro onde o seu vizinho, com quem voc se relaciona bem, possui um imvel que evidencia ter foco do mosquito Aedes Aegypti, que, alm da dengue, transmite tambm o vrus zika e a febre Chikungunya. Como voc agiria? Denunciaria o seu vizinho? Ou o chamaria para uma conversa? Teria outra alternativa?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2016