Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
CIDADE
Tamanho do texto: A A A A
Gergia Santos - 14/05/2013

Congada e moambique vo s ruas pelos 125 anos da Abolio

Compartilhar:

Cultivando uma tradição de se comemorar a Abolição da Escravatura, aconteceu ontem em Uberaba o desfile dos ternos de congada e moçambique pelas ruas centrais da cidade. A festa foi realizada durante todo dia: no período da manhã teve o desfile de 14 grupos em direção à igreja Santa Terezinha e, à noite, baile, com coroação dos festeiros para 2014.

Este ano comemoram-se 125 anos da Abolição da Escravatura e em Uberaba, como de costume, foram realizadas várias atividades, começando logo cedo com um encontro dos ternos de congadas na Unidade de Atenção ao Idoso (UAI). O desembarque dos grupos foi realizado com muita festa, cânticos, danças e orações ao Rei Congo, à Rainha Ginga e ancestralidades africanas. Assim que todos chegaram, saíram rumo à igreja Santa Terezinha, passando pela avenida Leopoldino de Oliveira, subindo a rua Treze de Maio.

Durante o desfile os ternos relembraram a história do negro no Brasil. Já na praça em frente da igreja houve saudações ao busto da Princesa Isabel e também reverências aos congadeiros, moçambiqueiros e autoridades com atos de manifesto e discussão de políticas públicas direcionadas à raça negra. A banda do 4° BPM também participou da festa, tocando o Hino Nacional. Ainda no período da manhã foi celebrada missa afro, em louvor à alma dos cativos, e aconteceram apresentações dos ternos de congada e a confraternização nos quartéis. Já no período da noite houve um baile de coroação dos festeiros de 2014.

Todo o desfile contou com o apoio da Guarda Municipal para orientar o trânsito, evitando transtornos. E vale ressaltar os atos de manifesto que foram realizados assim que os ternos chegaram à praça, quando foram apresentadas as principais reivindicações. “Pedimos um pouco mais de apoio, pois para nós não é apenas festa, tem um significado muito grande, um ato que faz parte da nossa cultura. Esta é a única maneira que nós temos de expor a toda comunidade uberabense o quanto isso é importante. Pois nos deram liberdade, mas não nos deram instrumentos para sobreviver, um suporte”, explica o presidente dos grupos de congada e moçambique, Marcelo Simpatia.

Portanto, Marcelo ressalta que a luta até hoje é para que vejam a cultura afro de forma diferente da atual, sendo que ainda existe muita negação aos negros. “Vamos caminhando contra o preconceito, ainda muito velado, para dar aos nossos filhos o direito à escola, educação e trabalho, que não tivemos. Ainda existe muito preconceito que está camuflado. É muito importante não deixar a nossa cultura morrer, e nos ternos várias crianças participam das atividades, e isso é bom, pois dá sequência”, finaliza.



OUTRAS NOTCIAS


Moradora denuncia asfalto malfeito em obra do projeto gua Viva (19/01)
Prazo para pagamento do IPTU com desconto de 20% vence amanh (19/01)
Usurios vo promotoria contra aumento da tarifa do transporte (19/01)
Apesar da demanda pela imunizao o risco pequeno, diz diretor (18/01)
Procura pela vacina contra febre amarela muda aplicao da BCG (18/01)
Aposentada se queixa de som alto ao lado de casa no Ilha de Maraj (18/01)
Terrenos abandonados levam insegurana ao Serra Dourada (18/01)
Sindicatos definem aes contra a proposta de reforma da Previdncia (17/01)
Designao online de educadores da rede estadual comea amanh (17/01)
Recuperao da indstria ainda exige cautela, afirma presidente da Fiemg (17/01)
Promotor Carlos Valera assume a coordenao do Gaeco Uberaba (17/01)
Soma das 10 maiores dvidas com a Unio em Uberaba passa de R$ 1 bi (17/01)
Total de 562 benefcios por incapacidade sero revisados na agncia local do INSS (17/01)
Crateras prejudicam o trfego de veculos no Parque Hileia (17/01)
Terrenos abandonados trazem insegurana aos moradores do Serra Dourada (17/01)
Procon-MG probe a venda do celular Moto X em todo o Estado (16/01)
Janeiro Branco oferece Planto Psicolgico Solidrio (16/01)
Comisso busca parceria com Educao para promover a doao de rgos (16/01)
Mais de 600 empresas foram canceladas em Uberaba por falta de movimentao (15/01)
Uberaba tem 17 reas contaminadas ou reabilitadas pela Feam de Minas (15/01)




EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Concluso das obras do sistema BRT Sudeste/Sudoeste foi novamente adiada e, segundo previso da administrao, ser em junho. Na sua opinio, o sistema funcionar ainda este ano?






JM FORUM
Anvisa liberou recentemente o registro e a comercializao do primeiro medicamento com princpios ativos derivados da maconha. Qual sua opinio sobre o uso da droga em tratamentos de doenas psiquitricas ou neurodegenerativas?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017