JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 23 de outubro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Cohagra diz cobrar posição da Caixa para conclusão de obras dos Girassóis III e IV

Ernani Neri afirma que mais de 90% da obra já está concluída, sendo necessárias adequações de projetos de execução de água de esgoto e finalização de parte da infraestrutura

Última atualização: 13/06/2018 - 21:26:58.

A Companhia Habitacional do Vale do Rio Grande (Cohagra) informou à imprensa que protocolou documento junto à Superintendência Regional da Caixa Econômica Federal (CEF) solicitando agilidade na liberação dos recursos necessários para a conclusão do Empreendimento Parque dos Girassóis III e IV.

Segundo o diretor de empreendimentos da Cohagra, Ernani Neri, mais de 90% da obra já está concluída, sendo necessárias adequações de projetos de execução de água de esgoto e finalização de parte da infraestrutura. No entanto, as obras permanecem paralisadas em decorrência da incapacidade financeira da construtora, responsável pela mesma.

Para o término do empreendimento, a empresa aguarda o posicionamento da CEF, quanto à liberação de um novo aporte de recursos, sob ameaça de abandonar a obra. No documento entregue à superintendência do banco foram anexados os Projetos de Adequação, assim como uma planilha com informações detalhadas sobre todos os serviços que restam a ser finalizados.

O presidente da Cohagra, Lawrence de Melo Borges afirma que a má condução desse processo pode gerar mais despesas com o erário público, já que a obra parada sofre danos pela ação do tempo, além do risco eminente de vandalismo e invasões. “Todo o dinheiro utilizado nos financiamentos do Programa Minha Casa Minha Vida é recurso público, vem dos nossos impostos. Então, nós acionamos a Caixa Econômica para que haja uma solução imediata. É inaceitável que tenhamos mais de 90% de uma obra concluída e não conseguir fazer a entrega dos imóveis para essas famílias”, concluiu.

A situação também foi informada a Promotoria do Ministério Público para que possa acompanhar o caso.

Leia mais