JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 26 de junho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Construção de abatedouro em São Basílio começa em junho

A vencedora da licitação foi a 4 Engenharia, que apresentou proposta no valor de R$ 193.775,29

- Por Gisele Barcelos Última atualização: 30/05/2017 - 10:59:50.

 Foto/Divulgação


Na visão do secretário Luiz Saad, a implantação do abatedouro vai regularizar o abate de aves em Uberaba e possibilitar a geração de renda para a comunidade rural de São Basílio


Construção do abatedouro de aves em São Basílio deve começar em junho. A licitação para contratar a empresa responsável pela obra já foi finalizada. A vencedora foi a 4 Engenharia, que apresentou proposta no valor de R$ 193.775,29.

De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento do Agronegócio, Luiz Carlos Saad, foi aberto prazo até sexta-feira (2) para as outras concorrentes contestarem o resultado. Se não houver qualquer entrave, ele espera que o contrato com a vencedora da licitação seja assinado na próxima semana para emissão da ordem de serviço no início de junho. “A primeira medição já deve ser feita no dia 30 de junho”, ressalta.

Saad afirma que já estão assegurados os recursos tanto para a obra quanto para a compra de equipamentos e maquinários, inclusive dois veículos. De acordo com ele, a empresa tem prazo de três meses para concluir a construção e a expectativa é a entrada em operação do abatedouro já no segundo semestre deste ano. “É uma obra simples e o dinheiro já está à disposição. Eu acredito que saia até antes porque é uma época sem chuva”, salienta.
O secretário ainda pondera que a implantação do abatedouro vai regularizar o abate de aves em Uberaba e possibilitar a geração de renda para a comunidade rural de São Basílio. O abatedouro será construído em terreno da Associação dos Proprietários do Loteamento São Basílio, que fará a gestão da unidade. Inicialmente, a capacidade será para abate de 50 a 60 aves por dia, dependendo da demanda de abate de frangos caipira e semi-caipira no município.

Conforme o titular da pasta, projetos semelhantes estão em estudo para as demais comunidades rurais de Uberaba.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia