Publicidade
Rádio JM
Canais Facebook Twitter RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
CIDADE
Tamanho do texto: A A A A
Renata Mambrim - 18/08/2012

Operadoras de celular não podem mais cobrar chamadas que caírem

Compartilhar:

As operadoras de telefonia móvel serão proibidas de cobrar pela segunda chamada, caso a primeira seja interrompida. Para evitar nova cobrança, o usuário terá de fazer outra chamada em no máximo dois minutos, do mesmo aparelho e para o mesmo destino. A mudança está na proposta de alteração do regulamento do Serviço Móvel Pessoal, aprovada no dia 15 deste mês pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A impossibilidade de cobrar por novas chamadas será válida caso a ligação caia por qualquer motivo [não só técnico], para todas as operadoras, para todos os planos disponíveis e tanto para chamadas para celular quanto para telefones fixos. A regra incidirá sobre as contas pré-pagas e pós-pagas.

Caso a regra não seja cumprida, as operadoras poderão pagar multa, sofrer processo administrativo por descumprimento de decisão, ressarcir o usuário em dobro ou fazer repasse a ser revertido a fundo de direitos difusos.

Na quinta-feira (16), a proposta passou por consulta pública, quando as empresas e a população se pronunciaram sobre a mudança. A consulta terá prazo de dez dias corridos. A Anatel espera que em um mês a nova regulamentação esteja em vigor.

A TIM Celular, operadora que mais apresentou problemas em Minas Gerais, por meio de nota, manifestou sua concordância com a proposta feita pela Agência. “A empresa buscará se antecipar, iniciando já na próxima semana o processo de implementação da nova solução em seis Estados da região Nordeste", disse o vice-presidente de Assuntos Regulatórios e Institucionais da TIM, Mario Girasole. A nota divulgada pela TIM informa ainda que a empresa “se propõe a estender além dos 120 segundos” o período para a realização de uma nova chamada após qualquer interrupção.



OUTRAS NOTÍCIAS


Chuva causa enchente em vias centrais da cidade (30/03)
Secretária de Educação vai a Brasília em busca de recursos para Uberaba (29/03)
Superintendentes Regionais de Ensino discutem tempo integral (29/03)
Índice de infestação do Aedes aegypti chegou a 5,11% no Copacabana (29/03)
Missa de Ramos abre programação da Semana Santa na Igreja Católica (29/03)
Mesmo com limpeza de prédio fechado, Bretas será monitorado (28/03)
Dez mil contribuintes devedores poderão negociar dívidas no Pace (28/03)
Cohagra publica nomes de selecionados para Residencial Ilha de Marajó (28/03)
Fortalecimento dos conselhos é tema de conferência dos direitos da criança (28/03)
População reclama de prejuízos causados por obra de residencial no Morada Du Park (28/03)
Sem serviço de atendimento público, cavalos agonizam na rua (28/03)
Redução do ICMS do etanol ainda não chegou ao consumidor final (28/03)
Uberaba recebe 1º Circuito de Prevenção às Dores na Coluna (27/03)
Denatran adia por mais 3 meses uso obrigatório do novo extintor ABC (27/03)
Professores estaduais confirmam paralisação para próximo dia 31 (27/03)
Inversões da Sete de Abril e Estrela do Sul valem a partir de hoje (27/03)
Devedores acionados judicialmente pela PMU poderão negociar débitos (27/03)
Obras na Leopoldino de Oliveira devem ser concluídas em abril (27/03)
Trecho da Avenida Santos Drumont fica interditado na tarde desta sexta-feira (27/03)
Dados mostram que número de incluídos no SPC cresce 0,81% em fevereiro (26/03)




Banner Giovanna Prata lateral superior
Especial de imposto de Renda
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

Banner blog mais bella
ENQUETE
Passadas as manifestações nas ruas, você acha que o povo brasileiro continuará de olho nos políticos e na corrupção no país?




JM FORUM
Você tem sugestões para a Semana de Mobilização pela Reforma Política Democrática no Brasil, promovida pela OAB e CNBB, que vai até o dia 29 de março?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2015