Publicidade
Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
CIDADE
Tamanho do texto: A A A A
Renata Mambrim - 18/08/2012

Operadoras de celular no podem mais cobrar chamadas que carem

Compartilhar:

As operadoras de telefonia móvel serão proibidas de cobrar pela segunda chamada, caso a primeira seja interrompida. Para evitar nova cobrança, o usuário terá de fazer outra chamada em no máximo dois minutos, do mesmo aparelho e para o mesmo destino. A mudança está na proposta de alteração do regulamento do Serviço Móvel Pessoal, aprovada no dia 15 deste mês pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A impossibilidade de cobrar por novas chamadas será válida caso a ligação caia por qualquer motivo [não só técnico], para todas as operadoras, para todos os planos disponíveis e tanto para chamadas para celular quanto para telefones fixos. A regra incidirá sobre as contas pré-pagas e pós-pagas.

Caso a regra não seja cumprida, as operadoras poderão pagar multa, sofrer processo administrativo por descumprimento de decisão, ressarcir o usuário em dobro ou fazer repasse a ser revertido a fundo de direitos difusos.

Na quinta-feira (16), a proposta passou por consulta pública, quando as empresas e a população se pronunciaram sobre a mudança. A consulta terá prazo de dez dias corridos. A Anatel espera que em um mês a nova regulamentação esteja em vigor.

A TIM Celular, operadora que mais apresentou problemas em Minas Gerais, por meio de nota, manifestou sua concordância com a proposta feita pela Agência. “A empresa buscará se antecipar, iniciando já na próxima semana o processo de implementação da nova solução em seis Estados da região Nordeste", disse o vice-presidente de Assuntos Regulatórios e Institucionais da TIM, Mario Girasole. A nota divulgada pela TIM informa ainda que a empresa “se propõe a estender além dos 120 segundos” o período para a realização de uma nova chamada após qualquer interrupção.



OUTRAS NOTCIAS


Secretaria de Sade inaugura escovdromo itinerante na Ao para o Bem sbado (02/07)
Professores comemoram sano da lei que garante o piso nacional em Minas (02/07)
Lmpadas incandescentes no so vendidas desde janeiro na cidade (02/07)
Variao no preo do etanol chega a 31,59% e da gasolina, a 21,88% (02/07)
Manobra do Codau suspende abastecimento em algumas regies (02/07)
Grupo organiza protesto contra retirada das rvores no Abadia (02/07)
Docentes da UFTM adiam incio da greve anteriormente previsto para hoje (01/07)
Trabalhadores do transporte coletivo querem 15% de reajuste (01/07)
Professores do municpio ainda esperam vacina contra a gripe (01/07)
Prefeitura, CDL e Aciu fazem concurso para estimular iluminao de Natal (01/07)
Passagens intermunicipais sobem 7,7% hoje (01/07)
Grupo organiza manifestao contra retirada de rvores (01/07)
Empresrios do setor de saneamento e controle de pragas formam ncleo na Aciu (30/06)
Construo civil teme agravamento da situao com acelerao do desemprego (30/06)
Para economista, estabilidade e controle da inflao s em 2017 (30/06)
Maior feira da pecuria leiteira, Megaleite comea hoje em Uberaba (30/06)
Obra na Joo XXIII atrasa mais, mas entra na fase de recapeamento (30/06)
Obra na 262 no comeou por conta dos dinossauros, diz Piau (30/06)
Motoristas de txis buscam formar associao para reivindicar direitos trabalhistas (30/06)
Morre monsenhor Jos Fernandes (29/06)




Incio III
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

JM NOIVAS
ENQUETE
Voc a favor do desarmamento da populao?




JM FORUM
Qual a sua expectativa em relao CEI da Sade, criada pelos vereadores para apurar os problemas relacionados ao setor?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2015