Publicidade
Rádio JM
Canais Facebook Twitter RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
CIDADE
Tamanho do texto: A A A A
Paulo Borges - 17/07/2012

Mulher de 56 anos sofre parada cardíaca e morre na UPA Abadia

Compartilhar:

Informações de que uma paciente teria vindo a óbito por falta de atendimento adequado na UPA Abadia, fez com que a reportagem do Jornal da Manhã se deslocasse até o local para apurar o caso. Por meio de ligação telefônica, ouvinte se dizia revoltada com a situação. Segundo ela, uma mulher teria sofrido parada cardiorrespiratória e não foi salva por falta de médicos na Unidade naquele momento.

Já no local, outros usuários da UPA, ao avistarem a equipe do JM, revelaram que o Samu havia sido acionado justamente porque não havia médicos nem equipamentos na Unidade.

Em posse das informações, a reportagem ouviu o diretor-clínico, doutor José Geraldo Abade, para quem as denúncias não condiziam com a verdade dos fatos.

Em posse do prontuário da paciente O.M.R.S., 56 anos, residente na zona rural, o médico contou que a mesma chegou à UPA por volta das 2h de ontem. O diagnóstico revelava que a mesma apresentava problemas pulmonares associados a cardíacos. “Quando ela chegou, foi atendida, muito bem atendida, pela doutora Valesca. Hoje [ontem], ela passou mal por volta das 9h e foi solicitado por um dos médicos que a mesma fosse removida para sala de urgência, onde permaneceu sendo monitorada e assistida por toda a aparelhagem disponível. No entanto, ela entrou em parada cardiorrespiratória. A doutora Delma e a Mara prestaram o atendimento, eu também fui chamado e realizamos todos os procedimentos”, disse, revelando os motivos da solicitação da presença do Samu. “Em todos os casos graves, inclusive de parada cardiorrespiratória, que não se consegue recuperar o paciente, o mesmo precisa ser removido para o Hospital de Clínicas, na Vaga Zero. Esse procedimento é feito juntamente com o Samu. Inclusive, quando eles chegaram, a doutora Gisele, que estava na ambulância, também nos auxiliou na tentativa de reverter o quadro”, explica.

No momento em que a matéria era produzida, a reportagem tentou localizar a filha da paciente. No entanto, sem sucesso.

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde, por meio de nota, o Samu foi acionado apenas para dar reforço aos quatro médicos da UPA que estavam tentando ressuscitar a paciente.






Lateral superir Giovanna
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
r�dio

Banner blog mais bella
ENQUETE
Você é a favor do prefeito Paulo Piau pedir licença do cargo para abraçar a candidatura de Dilma Rousseff?




JM FORUM
Passados mais de 20 meses de mandato, qual a avaliação que você faz do trabalho dos vereadores de Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2014
CMIDIA