JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 25 de maio de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Cortes tiram quase R$ 24 milhões das instituições federais de Uberaba

As instituições federais de ensino em Uberaba tiveram bloqueio preventivo de R$23,9 milhões, conforme dados da assessoria de imprensa do MEC

15/05/2019 - 00:00:00. - Por Marconi Lima Última atualização: 15/05/2019 - 14:43:40.

As instituições federais de ensino em Uberaba tiveram bloqueio preventivo de R$23,9 milhões, conforme dados da assessoria de imprensa do Ministério da Educação (MEC). A Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) teve contingenciados R$13,91 milhões e o Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM), R$9,99 milhões. 

Na manhã de segunda-feira (13), 454 técnico-administrativos e professores do IFTM realizaram abraços coletivos em três unidades da instituição na cidade. O reitor da instituição, professor Roberto Gil, disse que os cortes podem inviabilizar a continuidade dos trabalhos no instituto. “Se a gente for imaginar, seria como se trabalhássemos até o mês de setembro e não pudéssemos mais tocar nossas atividades”, disse ao Jornal da Manhã.

Em nota, o Ministério da Educação disse que o bloqueio preventivo realizado nos últimos dias atingiu apenas 3,4% do orçamento total das universidades federais. O orçamento para 2019 dessas instituições totaliza R$49,6 bilhões, dos quais 85,34% (R$42,3 bilhões) são despesas de pessoal (pagamento de salários para professores e demais servidores, bem como benefícios para inativos e pensionistas), 13,83% (R$6,9 bilhões) são despesas discricionárias e 0,83% (R$0,4 bilhão) são despesas para cumprimento de emendas parlamentares impositivas. 

“O bloqueio de dotação orçamentária realizado pelo MEC foi operacional, técnico e isonômico para todas as universidades e institutos, em decorrência da restrição orçamentária imposta a toda Administração Pública Federal por meio do Decreto 9.741, de 28 de março de 2019, e da Portaria 144, de 2 de maio de 2019”, ressalta o material distribuído pelo MEC.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia