JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 15 de novembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Corregedoria outorga medalha a juiz da comarca de Uberaba

Corregedoria-Geral de Justiça vai homenagear hoje, profissionais que prestaram relevantes serviços à Corregedoria e à Justiça de 1ª Instância

08/11/2018 - 21:16:36. - Por Thassiana Macedo Última atualização: 09/11/2018 - 09:18:07.

Foto/Arquivo

 

Fabiano Garcia Veronez é juiz titular da 2ª Vara Criminal e diretor do Foro da comarca de Uberaba

Corregedoria-Geral de Justiça (CGJ) vai homenagear hoje, por meio da Medalha de Mérito Desembargador Ruy Gouthier de Vilhena, profissionais que prestaram relevantes serviços à Corregedoria e à Justiça de 1ª Instância. Serão 33 homenageados em cerimônia que será realizada no salão do 1º Tribunal do Júri de Belo Horizonte. Entre os homenageados está o juiz de Uberaba Fabiano Garcia Veronez. 

Formado pela Faculdade de Direito de Bauru em 1994, o juiz Fabiano Garcia Veronez advogou até 1998, quando ingressou na Defensoria Pública de Minas Gerais, no cargo de defensor. Em seguida, foi aprovado e nomeado para o cargo de procurador do Estado de Minas Gerais, mas não tomou posse. Ingressou na magistratura no ano de 2003, tendo atuado nas comarcas de Passos, Teófilo Otoni, Conselheiro Lafaiete, Pratápolis e Cássia. Atualmente, casado e pai de uma filha, Fabiano Garcia Veronez é juiz titular da 2ª Vara Criminal e diretor do Foro da comarca de Uberaba.

A “Medalha de Mérito Desembargador Ruy Gouthier de Vilhena” é concedida anualmente a magistrados e servidores do foro judicial e do extrajudicial e a pessoas que tenham prestado relevantes serviços à Justiça de 1ª Instância da capital e do interior, bem como à Corregedoria-Geral de Justiça. A condecoração foi instituída pela Portaria nº 75, em 25 de novembro de 1986, e regulamentada pela Portaria nº 5.190/2017. Este ano, a homenagem é ainda mais especial, pois é o ano em que a Corregedoria-Geral de Justiça completa 70 anos de organização.

Para a escolha dos homenageados, são observados a abnegação, antiguidade, dedicação, dinamismo, eficiência, presteza e produtividade no cumprimento dos deveres funcionais. Também são considerados trabalhos de relevância e integração com as ações e os projetos da Corregedoria. 

Além de 12 homenageados especiais, entre eles o presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador Nelson Missias de Morais, receberão a medalha três servidores de cada região, além de dois servidores de cartório extrajudicial. Nessa edição, o desembargador Geraldo Saldanha da Fonseca também concedeu a outorga póstuma ao motorista da Corregedoria-Geral de Justiça Roney dos Santos Souza.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia