Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
CIDADE
Tamanho do texto: A A A A
Thassiana Macedo - 14/06/2018

Associao de transporte de carga ajuza ao no STF contra preo mnimo

Compartilhar:

Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux é relator de ação direta de inconstitucionalidade contra a Medida Provisória nº 832, que estabeleceu o preço mínimo obrigatório para o frete no país. A ação foi ajuizada pela Associação do Transporte Rodoviário de Cargas do Brasil (ATR), que é contra a medida instituída após acordo do governo com os caminhoneiros para encerrar a paralisação, que durou 11 dias em maio.

A entidade, formada principalmente por empresas que atuam no transporte de carga a granel, afirma que o tabelamento de preços mínimos do frete “constitui fator de alto risco para a atividade econômica exercida por todos os associados”, porque eles utilizam os serviços dos autônomos em larga escala, seguindo a lógica das safras.

A associação diz ainda que a medida provisória abre precedente para “sufocar emergencialmente qualquer movimento semelhante originário de atividades econômicas que possuam poder de negociação, que, a exemplo dos motoristas autônomos, possa colocar em risco a segurança social do país”. Para isso, contraria princípios constitucionais, como o da livre iniciativa, o da isonomia, o da legalidade e o da livre concorrência. Caso o pedido de suspensão da medida provisória assinada por Michel Temer não seja atendido, a entidade pede que seja concedido um prazo de 180 dias para que as partes possam se acertar quanto às mudanças que entraram em vigor na data de publicação da MP 832.

A nova tabela de fretes, anunciada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), reduzia cerca de 20% dos preços cobrados, mas o governo voltou atrás e suspendeu o tabelamento porque os caminhoneiros reagiram de forma negativa aos valores atualizados. Com isso, voltaram a valer os preços publicados em 30 de maio, logo após o acordo com os caminhoneiros, que também foi alvo de crítica dos grevistas. Uma nova reunião com representantes do setor de cargas será agendada para discutir novamente a tabela de preços mínimos de frete.



OUTRAS NOTCIAS


Relatrio diz que troca de cdula na eleio da UFTM foi detectada (20/06)
Cidade est inserida em campanha nacional de preveno a doena rara (20/06)
Com a entrega do mdulo B, Rio de Janeiro ter linha de nibus (20/06)
Transporte Pblico ter reduo de horrios durante os jogos do Brasil na Copa (20/06)
Programadas interdies por conta de obras de drenagem na avenida Interbairros (20/06)
Cia Cultural EMCANTAR realiza oficinas em Uberaba (20/06)
Superintendncia do Arquivo Pblico de Uberaba publica oito obras raras (20/06)
PMU descarta situao de risco para dengue, zika e chikungunya em Uberaba (20/06)
Abertas inscries para Mostra Artstica, Cientfica e Cultural da UFTM (20/06)
Inverno comea amanh, mas frio ainda pode demorar em Uberaba (20/06)
Servidores estaduais protestam pelo recebimento dos salrios (20/06)
Comrcio tem horrio de funcionamento alterado nesta sexta (20/06)
Professores da rede particular paralisam por melhores salrios (20/06)
Chapa vencedora diz que derrotados tentam desqualificar pleito (20/06)
Liberao do PIS/Pasep ajuda, mas algo passageiro, diz economista (20/06)
Novo Conselho do Patrimnio Histrico escolhe o presidente at o fim de junho (19/06)
Em seis meses, 4,15% dos eleitores uberabenses j baixaram o e-Ttulo (19/06)
Secretaria de Educao do Estado tira pginas oficiais e sites do ar (19/06)
Alunos do IFTM vo desenvolver software para o setor lojista (19/06)
Jogos do Brasil na Copa alteram expediente do Poder Judicirio (19/06)




San Marco - 20jun
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
SINTONIZE

ENQUETE
Na sua opinio, como deveriam ficar os direitos polticos de parlamentares presos?





JM FORUM
A Lei Seca completou dez anos em junho. Na sua opinio, temos o que comemorar?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018