JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 17 de agosto de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Desempenho da Seleção vai ditar as vendas das lojas esportivas

Na comparação com outras edições do Mundial, as vendas no setor já foram bem maiores, desta vez os lojistas já perceberam aumento com relação aos dias normais

- Por Geórgia Santos Última atualização: 13/06/2018 - 07:45:34.

Sandro Neves


Lojas já estão com os estoques preparados e a expectativa é que o desempenho da Seleção possa aquecer o mercado

Comerciantes de lojas esportivas esperam aumento gradativo nas vendas para a Copa do Mundo. Na comparação com outras edições do Mundial, as vendas no setor já foram bem maiores, desta vez os lojistas já perceberam aumento com relação aos dias normais e acreditam que a situação poderá ser ainda melhor, dependendo do desempenho da Seleção Brasileira nos jogos.

Carlos Magno Marinho é proprietário de uma loja especializada em artigos esportivos e conta que percebeu aumento nas vendas ontem, faltando dois dias para abertura da Copa do Mundo e cinco para estreia do Brasil. “As vendas estão começando tarde, as pessoas estão deixando para última hora. Com certeza, a situação econômica do país está refletindo no poder de compra e penso que muitos estão esperando para conferir o desempenho da Seleção para depois irem às compras”, diz. O empresário espera aumento nas vendas de 10%, nada muito expressivo, pois, para ele, o consumidor está mais cauteloso, comprando o que encaixa no bolso, um produto de qualidade, mas com preço acessível. Diante disso, Carlos revela que está praticando o mesmo preço da Copa do Mundo anterior. “Se aumentasse muito, não iria vender”, afirma.

José Luiz Puflielli é vendedor em outro estabelecimento esportivo e concorda com Carlos sobre o volume de vendas nos mundiais anteriores, quando a situação foi melhor, mas também está esperançoso com o decorrer dos jogos. “Estamos vendendo algo em torno de 20 a 60 camisetas da Seleção por dia, antes era mais, mas percebo que vai melhorar, a cada dia que passa o uberabense se empolga mais, percebemos isso depois do último amistoso. Acredito que o movimento vai dobrar depois do primeiro jogo”, diz. Entre os produtos mais vendidos, Jose Luiz, destaca as camisas da Seleção e bolas de futebol; os kits infantis, com camisa e bermuda, também estão vendendo bastante. Quanto aos preços, ele revela que hoje o comerciante está bem flexível para atrair o consumidor. Na loja em que trabalha, por exemplo, há valores diversificados, com camisetas a partir de R$10.

Notícias Relacionadas

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia