JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 26 de junho de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Mutirão contra o câncer de pele lota Ambulatório de Especialidades

Ambulatório de Especialidades do Hospital de Clínicas ficou lotado, ontem, com o mutirão de exames de prevenção ao câncer de pele

- Por Geórgia Santos Última atualização: 03/12/2017 - 08:14:50.

Sérgio Teixeira

Ambulatório de Especialidades, ontem, durante o mutirão de exames de prevenção ao câncer de pele

Ambulatório de Especialidades do Hospital de Clínicas ficou lotado, ontem, com o mutirão de exames de prevenção ao câncer de pele. A ação faz parte da campanha nacional de prevenção ao câncer de pele e foi realizada neste sábado. As atividades começaram às 9h, mas mesmo antes de abrir as portas já havia pacientes do lado de fora, aguardando na fila.

A campanha “Dezembro Laranja” tem o objetivo de conscientizar a população sobre a alta incidência do câncer de pele, que, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer, corresponde a 30% de todos os tumores malignos registrados no país. Acredita-se que em 2017 serão registrados 180 mil novos casos de câncer de pele, superando a previsão de casos de câncer de colo de útero e próstata. E, para alertar a população e oferecer exames, é que foi realizado o mutirão, quando o ambulatório ficou lotado: em menos de uma hora de mutirão, 112 senhas para exames já haviam sido distribuídas.

“O mutirão é um método eficaz em que o paciente é atendido mais rápido, sem burocracia, sem fila eletrônica, para saber se tem ou não uma doença tão séria que é o câncer de pele. Quando fazemos esse tipo de atendimento, as pessoas se sensibilizam mais”, explica a professora e chefe do Serviço de Residência de Dermatologia da UFTM, Meire Ataíde.

A auxiliar administrativa Elaine Teresinha Fagundes participou do mutirão e, de acordo com ela, o evento foi uma grande oportunidade. “Quando era mais jovem, não tinha preocupações com a pele, e hoje ela está bastante manchada e com lesões. Agora tenho que me cuidar, manchas que poderiam ter sido evitadas, caso tivesse usado protetor solar. Inclusive, tenho uma tia que há pouco tempo teve câncer de pele”, afirma Elaine, que ainda revela que esta foi a primeira vez que realizou um exame, pois já havia tentado agendar outras vezes, mas não conseguiu marcar.

Segundo a médica dermatologista, aqueles que não conseguiram participar do mutirão podem agendar o exame nas unidades de saúde. Além de exame, é preciso se conscientizar quanto aos cuidados necessários. “Para prevenir o câncer de pele, a pessoa deve evitar o sol em horários de risco, das 10h às 16h, usar protetor solar com o fator de proteção de no mínimo 30, usar chapéu, boné, sombrinha e, se trabalha no sol, usar roupas de algodão, entre outras questões. O sol é importante para a saúde, mas é preciso usá-lo com sabedoria”, diz.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia