Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
GERAL
Tamanho do texto: A A A A
07/02/2018

Ministrio da Sade atualiza casos de febre amarela

Compartilhar:

 O Ministério da Saúde atualizou nesta quarta-feira (7) as informações repassadas pelas secretarias estaduais de saúde sobre a situação da febre amarela no país. No período de monitoramento (de 1º de julho/2017 a 6 de janeiro de 2018), foram confirmados 353 casos de febre amarela no país, sendo que 98 vieram a óbito. Ao todo, foram notificados 1.286 casos suspeitos, sendo que 510 foram descartados e 423 permanecem em investigação, neste período.

No ano passado, de julho de 2016 até 6 janeiro de 2017, eram 509 casos confirmados e 159 óbitos confirmados. Os informes de febre amarela seguem, desde o ano passado, a sazonalidade da doença, que acontece, em sua maioria, no verão. Dessa forma, o período para a análise considera de 1º de julho a 30 de junho de cada ano.

O Ministério da Saúde, no ano de 2017 até o momento, encaminhou às Unidades da Federação o quantitativo de aproximadamente 58,9 milhões de doses da vacina. Para os estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia foram enviados cerca de 49,8 milhões de doses, com objetivo de intensificar as estratégias de vacinação, sendo 19,7 milhões (SP), 10,7 milhões (MG), 12 milhões (RJ), 3,7 milhões (ES) e 3,7 milhões (BA).

Minas Gerais. Foram notificados 358 casos, sendo 116 descartados, 85 estão atualmente em investigação. Foram confirmados 157 casos, com 44 óbitos.

Urbana. O Ministério da Saúde informa que não há registro confirmado de febre amarela urbana no país. O caso de febre amarela em São Bernardo do Campo (SP) está sendo investigado por uma equipe da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo (SES/SP), o que inclui o histórico do paciente e captura de mosquitos para identificar a forma de transmissão na região. Deve ser observado que o paciente mora na região urbana, e possivelmente trabalha na área rural. Qualquer afirmação antes da conclusão do trabalho é precipitada. É importante informar que São Bernardo do Campo (SP) é uma das 77 cidades dos três estados do país (São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia) incluídas na campanha de fracionamento da vacina de febre amarela.

O Ministério da Saúde esclarece que todos os casos de febre amarela registrados no Brasil desde 1942 são silvestres, inclusive os atuais, ou seja, a doença foi transmitida por vetores que existem em ambientes de mata (mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes). Além disso, o que caracteriza a transmissão silvestre, além da espécie do mosquito envolvida, é que os mosquitos transmitem o vírus e também se infectam a partir de um hospedeiro silvestre, no caso o macaco.

A probabilidade da transmissão urbana no Brasil é baixíssima por uma série de fatores: todas as investigações dos casos conduzidas até o momento indicam exposição a áreas de matas; em todos os locais onde ocorreram casos humanos, também ocorreram casos em macacos; todas as ações de vigilância entomológica, com capturas de vetores urbanos e silvestres, não encontraram presença do vírus em mosquitos do gênero Aedes; já há um programa nacionalmente estabelecido de controle do Aedes aegypti em função de outras arboviroses (dengue, zika, chikungunya), que consegue manter níveis de infestação abaixo daquilo que os estudos consideram necessário para sustentar uma transmissão urbana de febre amarela. Além disso, há boas coberturas vacinais nas áreas de recomendação de vacina e uma vigilância muito sensível para detectar precocemente a circulação do vírus em novas áreas para adotar a vacinação oportunamente.

Fonte: Agência Saúde



OUTRAS NOTCIAS


Plenrio do STF vai votar ao que suspendeu auxlios ao MP mineiro (24/02)
Ligaes de fixo para celular ficam mais baratas (24/02)
Conta de luz em maro permanece sem cobrana de taxa extra (24/02)
Programa vai selecionar professores de Lngua Inglesa para curso de aperfeioamento nos EUA (24/02)
Descubra se voc j tem o direito de se aposentar (24/02)
Monitoramento por satlite emitiu 20 mil alertas de desmatamento na Amaznia entre 2016 e 2018 (24/02)
Programa do IRPF ser liberado na segunda; envio da declarao comea no dia 1 (23/02)
Caixa abre programa de desligamento e espera economia de R$ 500 milhes ao ano (23/02)
MEI com dbitos tributrios so includos na dvida ativa (23/02)
Celulares irregulares sero bloqueados a partir de maio (23/02)
Clientes do Banco do Brasil podero fazer transaes pelo Facebook (23/02)
Trabalhadores podero transferir automaticamente salrio para contas digitais (23/02)
Pesquisa mostra que 30% das startups no conseguem se manter no mercado (23/02)
Cemig divulga orientaes para evitar acidentes em obras com a rede eltrica (22/02)
Denncia (22/02)
Alimentao Escolar na rede estadual de ensino vai ganhar reforos em 2018 (22/02)
Atividades na rea de sade comemoram o Dia Mundial dos Rins (22/02)
Brasil cai 17 posies no ndice de Percepo da Corrupo (22/02)
Minas Gerais alcana meta de cadastros de doadores de medula ssea (22/02)
Estudo aponta que Minha Casa Minha Vida no reduziu dficit habitacional no Brasil (22/02)




San Marco
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
RIVER AUTOPEAS
SINTONIZE

ENQUETE
Apesar de a PMU descartar surto de meningite na cidade, h aumento significativo no nmero de casos. A vacinao a forma mais eficaz de preveno. Voc est com a imunizao em dia?







JM FORUM
Aps pedidos de moradores e vereadores, o albergue municipal vai se mudar do Boa Vista para a av. Orlando R. Cunha. Na sua opinio, a mudana positiva?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018