JM Online

Jornal da Manhã 46 anos

Uberaba, 12 de dezembro de 2018 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

GERAL

60% dos motoristas abririam mão do carro se o transporte público fosse de qualidade

Segundo o levantamento, o brasileiro passa, por ano, em média, um mês e sete dias no trânsito

Última atualização: 14/12/2017 - 11:20:11.

 O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e a Confederação Nacional de Dirigentes fez uma pesquisa inédita sobre os hábitos e percepções da mobilidade urbana no dia a dia dos brasileiros. De acordo com o levantamento, caso houvesse uma boa alternativa de transporte coletivo, seis em cada dez motoristas deixariam de usar os veículos particulares para trajetos diários. Ou seja, 60% dos 1.500 consumidores entrevistados, de todas as capitais, mudariam a opção de transporte caso tivessem opções melhores.

Na avaliação da economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, o dado mostra que o fato de existir uma mobilidade urbana ainda insuficiente faz com que mais pessoas usem carro. “Se tivesse uma alternativa de boa qualidade eles deixariam de usar. Com isso, temos vários impactos, no trânsito principalmente”, afirma, destacando que na estimativa do SPC, o brasileiro passa, em média, um mês e sete dias no trânsito ao longo do ano.

Segundo a pesquisa, 35% dos cidadãos se locomovem de transporte público porque ele é mais barato do que os demais tipos de transporte e 28% contam apenas com esse meio de locomoção disponível. Apenas 17% foram mais resistentes e manteriam o hábito de se locomover apenas com os veículos próprios.

A pesquisa foi feita em parceria com o Sebrae e IBOPE, e a margem de erro é de no máximo três pontos percentuais para um intervalo de confiança de 95%.

Fonte: Agência do Rádio

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia