Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
GERAL
Tamanho do texto: A A A A
17/11/2017

Pretos ou pardos so 63,7% dos desocupados no pas

Compartilhar:

 Entre os 13 milhões de desocupados no país no terceiro trimestre, 63,7% eram pretos ou pardos. Os dados constam da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados hoje (17) e equivalem a 8,3 milhões de pretos ou pardos sem ocupação. A taxa de desocupação dessa parcela da população ficou em 14,6%, enquanto a de trabalhadores brancos totalizou 9,9%.

Comportamento semelhante foi registrado na taxa de subutilização, indicador que agrega a taxa de desocupação, de subocupação por insuficiência de horas (menos de 40 horas semanais) e a força de trabalho potencial.

Para o total de trabalhadores brasileiros, o índice fechou o terceiro trimestre em 23,9%. Entre a população de pretos ou pardos, a taxa saltou para 28,3%, enquanto entre os brancos ela ficou em 18,5%. Do total de 26,8 milhões de subutilizados, 65,8%, eram pessoas pretas ou pardas.

Trabalhadores ocupados e carteira assinada

No terceiro trimestre de 2017, as pessoas pretas ou pardas representavam 54,9% do total da população brasileira de 14 anos ou mais e eram 53% dos trabalhadores ocupados. No recorte racial, 52,3% dos pretos ou pardos estavam ocupados, enquanto 56,5% dos brancos se encontravam na mesma situação. O rendimento dos trabalhadores brancos foi de R$2.757 no período e o de trabalhadores pretos e pardos, de R$1.531.

Em relação ao percentual de empregados do setor privado com carteira assinada, no fechamento do terceiro trimestre do ano o dado de pretos ou pardos chegava a 71,3%, mais baixo do que o observado para o total do setor (75,3%). Dos 23,2 milhões de empregados pretos ou pardos do setor privado, somente 16,6 milhões tinham carteira de trabalho assinada.

Trabalho doméstico e informal

Na distribuição da população ocupada por grupo de atividades, a participação dos pretos e pardos era superior à dos brancos na agropecuária, na construção, em alojamento e alimentação e, principalmente, nos serviços domésticos, categoria em que eles representam 66% do contingente total.

A Pnad Contínua mostrou, ainda, que, no Brasil, somente 33% dos empregadores eram pretos ou pardos. Já entre os trabalhadores por conta própria, essa população representava 55,1% do total. Mais de um milhão de trabalhadores pretos ou pardos atuavam como ambulantes, totalizando 66,7% dos trabalhadores deste tipo de ocupação.

Em três anos o contingente de ambulantes pretos e pardos chegou a crescer 5,8 pontos percentuais, passando de 19,4% em 2014 para 25,2% no terceiro trimestre deste ano.

Análise

Na avaliação do coordenador de trabalho e rendimento do IBGE, Cimar Azeredo, indicadores como esses revelam o tamanho da desigual do mercado de trabalho no país. “Entre os diversos fatores [que determinam esta desigualdade] estão a falta de experiência, de escolarização e de formação de grande parte da população de cor preta ou parda”.

Para ele, esses números são resultados de um processo histórico, que vem desde a época da colonização. “Claro que se avançou muito, mais ainda tem que se avançar bastante, no sentido de dar a população de cor preta ou parda igualdade em relação ao que temos hoje na população de cor branca”, destaca.

Fonte: Agência Brasil

 



OUTRAS NOTCIAS


Inconformados com parcelamento do 13, militares mineiros fecham avenidas na capital (15/12)
Estado apresenta segunda melhor resposta nacional para o tratamento de HIV (15/12)
Minas Gerais tem alta de 36% em servios customizados de tecnologia (15/12)
Palcio da Justia Rondon Pacheco inaugurado hoje em Uberlndia (15/12)
Genricos so remdios mais vendidos no Brasil (15/12)
Operao Fim de Ano comea nesta sexta em 15 aeroportos (15/12)
Doenas relacionadas gripe provocam at 650 mil mortes por ano no mundo (15/12)
Aumenta ocupao de jovens entre 18 a 24 anos, diz Ipea (15/12)
Aumenta ocupao de jovens entre 18 a 24 anos, diz Ipea (15/12)
Ministrio anuncia novas parcerias para produo nacional de medicamentos do SUS (15/12)
Dlar fecha no maior valor em 5 meses aps adiamento da reforma da Previdncia (15/12)
Receita paga nesta sexta-feira o ltimo lote de restituio do Imposto de Renda deste ano (15/12)
Sade Mental veta ampliao de leitos psiquitricos em hospitais especializados e amplia rede de assistncia (15/12)
VLI lana programa para startups (15/12)
MPF obtm mais uma condenao de assaltantes de agncias dos Correios (15/12)
Governo libera hoje abono salarial de 2016 para nascidos em dezembro (14/12)
Santas Casas mineiras movem ao contra governo para receber repasses atrasados (14/12)
Michel Temer submetido a interveno cirrgica e segue internado (14/12)
60% dos motoristas abririam mo do carro se o transporte pblico fosse de qualidade (14/12)
Brasil registra 13% a menos de trabalhadores imigrantes no mercado formal (14/12)




EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Os vereadores aprovaram em segundo turno, por 13 votos a um, o aumento do nmero de cadeiras para a prxima legislao, em 2021. Voc concorda com a proposta?




JM FORUM
Empresas do transporte coletivo solicitam aumento de cerca de 10% no valor da passagem, que pode chegar a R$ 4,17 em 2018. Na sua opinio, o que poderia justificar este aumento?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017