Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
GERAL
Tamanho do texto: A A A A
08/02/2018

Taxa Selic fica abaixo de 7% ao ano pela primeira vez na histria

Compartilhar:

Pela 11ª vez seguida, o Banco Central (BC) baixou os juros básicos da economia. Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu nesta quarta-feira (7) a taxa Selic em 0,25 ponto percentual, de 7% ao ano para 6,75% ao ano. A decisão era esperada pelos analistas financeiros.

Com a redução, a Selic continua no menor nível desde o início da série histórica do Banco Central, em 1986. De outubro de 2012 a abril de 2013, a taxa foi mantida em 7,25% ao ano e passou a ser reajustada gradualmente até alcançar 14,25% ao ano em julho de 2015. Em outubro de 2016, o Copom voltou a reduzir os juros básicos da economia até que a taxa chegasse a 7% ao ano em dezembro do ano passado, o nível mais baixo até então.

Em nota, o Copom indicou que parará de cortar os juros na próxima reunião, no fim de março, caso as condições econômicas não mudem. O BC, no entanto, informou que a Selic poderá ser reduzida novamente caso o Congresso aprove as reformas estruturais, e a economia continue a crescer, com inflação sob controle e sem choques internacionais.

“Para a próxima reunião, caso o cenário básico evolua conforme esperado, o comitê vê, neste momento, como mais adequada a interrupção do processo de flexibilização monetária. Essa visão para a próxima reunião pode se alterar e levar a uma flexibilização monetária moderada adicional, caso haja mudanças na evolução do cenário básico e do balanço de riscos”, destaca o comunicado do Copom.

Apesar do corte de hoje, o Banco Central está afrouxando menos a política monetária. De abril a setembro, o Copom havia reduzido a Selic em 1 ponto percentual. O ritmo de corte caiu para 0,75 ponto em outubro, 0,5 ponto em dezembro e 0,25 ponto na reunião.

A Selic é o principal instrumento do Banco Central para manter sob controle a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPCA fechou 2017 em 2,95%, levemente abaixo do piso da meta de inflação, que é de 3%. O IPCA de janeiro será divulgado hoje (8).

Até 2016, o Conselho Monetário Nacional (CMN) estabelecia meta de inflação de 4,5%, com margem de tolerância de 2 pontos, podendo chegar a 6,5%. Para 2017 e 2018, o CMN reduziu a margem de tolerância para 1,5 ponto percentual. A inflação, portanto, não poderá superar 6% neste ano nem ficar abaixo de 3%.

Fonte: Agência Brasil



OUTRAS NOTCIAS


Tempo mdio de desemprego no pas j dura 14 meses (20/02)
Setor de telefonia recordista de reclamaes no Procon em Minas (20/02)
Aplicativo Sine Fcil realiza mais 14 mil encaminhamentos de emprego em Minas (20/02)
TSE divulga campanha sobre prazo final para regularizar ttulo de eleitor (20/02)
Comisso discute uso de grades na proteo de condomnios residenciais (20/02)
Inscries para Servio Militar Voluntrio na FAB vai at 23 de maro (20/02)
Veja como reduzir o consumo de energia eltrica nos dias quentes de vero (20/02)
Mulheres reduzem diferena em relao aos homens no mercado de trabalho (20/02)
Governo publica edital para formao de agentes comunitrios em enfermagem (20/02)
Apenas 21% dos brasileiros guardaram dinheiro em dezembro, aponta SPC (19/02)
Petrobras vai divulgar preo mdio nacional do litro da gasolina (19/02)
Especialista ressalta a importncia da segurana na cirurgia plstica (19/02)
Mudana na tarifa pode deixar conta de luz mais barata para quem consome menos (19/02)
Consumo de Energia em Minas reduziu 0,5% durante o horrio de vero (19/02)
UFMG abre hoje inscries para concurso pblico (19/02)
Ateno concurseiro: diversos concursos pblicos esto abertos pelo Brasil (19/02)
Estudantes podem usar nota do Enem para ingressar em universidades portuguesas (19/02)
Inscries para o financiamento estudantil em universidades pagas comeam hoje (19/02)
Inscries do Fies comeam amanh (19) (18/02)
Especialista explica quais as alergias mais comuns no vero (18/02)




San Marco - 9fev
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje
RIVER AUTOPEAS
SINTONIZE

ENQUETE
Apesar de a PMU descartar surto de meningite na cidade, h aumento significativo no nmero de casos. A vacinao a forma mais eficaz de preveno. Voc est com a imunizao em dia?







JM FORUM
Aps pedidos de moradores e vereadores, o albergue municipal vai se mudar do Boa Vista para a av. Orlando R. Cunha. Na sua opinio, a mudana positiva?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018