Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
ESPORTE
Tamanho do texto: A A A A
ESPORTE
15/12/2017

Compartilhar:



Fpto/Divulgação


Ao lado de Roger Machado (Palmeiras), Rodrigo Santana, da URT, acompanha as aulas do curso da CBF

Depois de uma temporada intensa, muitos profissionais procuram aproveitar as férias para descansar e curtir a família. Mas, para treinadores de futebol, o recesso dos campeonatos também serve para estudar e voltar ao trabalho com novas ideias. 

O técnico da URT, da cidade de Patos de Minas, Rodrigo Santana, por exemplo, decidiu participar do CBF Academy, curso para treinadores promovido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A formação apresenta quatro módulos: licença C, B, A e PRO.

Pelo curso, inclusive, já passaram, ou estão cursando técnicos de equipes de ponta no Brasil, como Roger Machado, que comandará o Palmeiras na temporada 2018.

“O que faz a gente abdicar das férias é o aprendizado continuado. Poder nesse momento, junto com outros colegas de profissão, trocar conhecimentos e compartilhar vivências é o que faz a gente crescer”, destacou Roger Machado. 

Outro participante do curso é Vagner Mancini, que iniciou o ano como técnico da Chapecoense. No segundo semestre, teve o segundo desafio de manter o Vitória (BA) na primeira divisão do Campeonato Brasileiro.

Agora, na Licença A, Mancini pode relembrar a temporada e debater com colegas de profissão o que pode ser mantido, aperfeiçoado e feito de novo dentro de campo.

“O curso da CBF é o momento de reencontro, descontração e de muita conversa. A turma é bem interada porque são pessoas que você conhece há anos. Lógico que cada um defende o clube em que trabalha, mas a união é grande. Acredito que isso seja o diferencial dessa geração, que busca o melhor para a profissão e para o futebol”, disse Mancini.







EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Os vereadores aprovaram em segundo turno, por 13 votos a um, o aumento do nmero de cadeiras para a prxima legislao, em 2021. Voc concorda com a proposta?




JM FORUM
Empresas do transporte coletivo solicitam aumento de cerca de 10% no valor da passagem, que pode chegar a R$ 4,17 em 2018. Na sua opinio, o que poderia justificar este aumento?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017