Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
  | 
BUSCA:     
Você está visitando a Edição do dia 31/12/2017

 
C ENTRE NS
Tamanho do texto: A A A A
C ENTRE NS
31/12/2017
Alexandre Pereira

Compartilhar:



Desafios da agenda 2018
O prefeito Paulo Piau (PMDB) e sua equipe terão muito trabalho para que seus candidatos saiam vitoriosos nas eleições de outubro. Um dos entraves deve ser o grande número de candidatos que se apresentam como pré. Outro é o tímido recadastramento biométrico, que pode deixar milhares de eleitores de fora da votação. Até agora pouco mais de 58% dos uberabenses foram à Justiça Eleitoral, faltando pouco mais de um mês para o fim. Fora a ojeriza das pessoas à classe política, em função dos escândalos diários registrados pela mídia. Por isso, será determinante o governo ampliar o diálogo com a Câmara Municipal e a sociedade organizada, bem como a retomada do equilíbrio financeiro da Prefeitura, diante do desgaste do atraso no pagamento do 13º salário de parte dos servidores e aposentados.

Determinante
Vai favorecer o governo municipal o funcionamento pleno dos leitos e salas de cirurgia do Hospital Regional, a retomada das obras das vias marginais nas BRs 262 e 050, a conclusão da avenida Interbairros, dos corredores de ônibus BRT e de habitações do programa Minha Casa Minha Vida. Esses empreendimentos, herdados do governo passado, não foram concluídos no primeiro mandato e adentrarão o segundo ano do novo governo.

Novos compromissos
O recapeamento de avenidas e ruas, construção do complexo viário do Parque de Exposições e melhoria de vias existentes devem ser tirados do papel, com financiamento de R$40 milhões aprovado pela Câmara Municipal.

Mais pendências
O sonho do gasoduto e da fábrica de fertilizantes nitrogenados da Petrobras necessitará de muita energia. O governo de Minas precisa mostrar reciprocidade não apenas com o empreendimento, mas também às simples demandas da cidade, como a construção de novas escolas. Se o projeto vingar, será o grande marco dessa gestão, já que a maioria das pessoas já não acredita mais na sua viabilidade.

ZPE e DI-4
Ainda continua na prancheta a Zona de Processamento de Exportação (ZPE). As obras de infraestrutura precisam ser iniciadas. Também deve ser acelerada a conclusão do Distrito Industrial 4, para a implantação das dezenas de empresas que receberam doações de áreas da Prefeitura, inclusive em outros distritos.

Cinquentão
A região onde está o terminal integrador da VLi, na BR-050, deve ser o novo espaço de desenvolvimento econômico do município. Por isso, é necessário agilizar a execução dos projetos para a área, principalmente levando a infraestrutura necessária. Por isso, a insistência para que vão para lá a ZPE, o aeroporto de cargas e, quem sabe, um novo distrito industrial.

Mão de obra
Para atender às demandas a serem criadas e as existentes, as lideranças políticas e empresariais precisam dar mais dinâmica aos cursos profissionalizantes, para formação de mão de obra que atenda à necessidade dos novos investimentos. As universidades e faculdades locais devem trabalhar nesta direção também. Não basta a importação de técnicos, é preciso qualificar os uberabenses para ocupar os postos de trabalho, dos mais simples aos mais complexos, para aumento da renda per capita.

Arquivo

Inauguração do Hospital Regional foi um dos destaques de 2017, mas é preciso que o governo estadual e os municípios da região deem suas contrapartidas financeiras

Arquivo

Conclusão das obras do viaduto da avenida Padre Eddie Bernardes desafogou o trânsito da região leste

Malha viária
É necessário fazer gestões políticas para que a duplicação da BR-262 seja retomada. A iluminação dessa rodovia e da BR-050 no perímetro urbano já passou da hora, além da construção de passarelas e das passagens inferiores para interligação das vias marginais. A revitalização da MG-427 e MG-190 deve ser exigida do governo do Estado, inclusive com construção de acostamentos e terceira faixa.

Infraestrutura
Com a entrega da Estação Conquistinha, o Codau passou a tratar 98% dos esgotos urbanos e deve dar atenção à conclusão dos emissários. E uma solução precisa ser encontrada para acabar com o mau cheiro na área central. Iniciar as obras da represa do rio Uberaba é outra prioridade, para reserva de água a ser usada no período de estiagem. Também devem ser retomados os estudos para a execução de novas obras que minimizem as inundações no centro.

Mais
Terminar a construção de várias escolas de educação infantil, unidades de saúde e Caps. Abrir o Restaurante Popular. Além disso, entregar milhares de unidades do programa Minha Casa Minha Vida 2, em fase final de construção, e também a infraestrutura e equipamentos públicos necessários, para que não se repitam os problemas dos novos conjuntos. O recapeamento da malha viária é outra prioridade, diante do desgaste causado pelo tempo e aumento da frota de veículos. Chega de tapa-buracos e desperdício de recursos públicos, principalmente na avenida Leopoldino de Oliveira e outras artérias urbanas.

Segurança pública
O aumento dos efetivos da Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal precisa ser prioridade, além do aumento da tropa. Também a Guarda Municipal necessita de novos integrantes para recompor seu efetivo. E continua sendo urgente concluir a reforma da Delegacia Regional. O ataque à Rodoban mostrou a incapacidade das forças policiais para grandes enfrentamentos. É necessário que o poder público faça sua parte, criando uma legislação que determine os locais onde essas empresas de valores podem e devem se instalar, para segurança da população.

Perspectivas
As dificuldades financeiras precisam de atenção redobrada. A saúde pública necessita de soluções eficazes e não a simples terceirização. É necessário exigir, mesmo que judicialmente, que o Estado e a União cumpram suas obrigações constitucionais. A destinação do helicóptero do Samu para Uberaba é estratégica.

Perspectivas - 2
Mais uma vez, espera-se que os deputados federais Adelmo Carneiro (PT), Aelton Freitas (PR), Marcos Montes (PSD), Caio Narcio (PSDB) e Zé Silva (SDD) e os deputados estaduais Tony Carlos (PMDB) e Lerin (PSB) exerçam seus mandatos em favor dos interesses de Uberaba e região.

Para reflexão
A nova Câmara Municipal repetiu os erros da legislatura anterior, priorizando homenagens e amenidades. Legislou pouco e fiscalizou o Executivo menos ainda. Os vereadores precisam sair de seus gabinetes e do plenário para ir ao encontro das demandas da população. Os dois poderes deveriam enxugar a máquina administrativa.

Necessário
As vitórias eleitorais nos planos estadual e federal serão importantes para a conclusão do governo e para que mais obras e recursos cheguem efetivamente a Uberaba.

Ano-novo
Aos leitores da coluna desejo que em 2018 tenham: menos violência, mais educação; menos corrução, mais corruptos presos; menos enchentes, mais limpeza; menos falta de água, mais água reservada para o período de estiagem; menos acidentes, mais vias sinalizadas e recapeadas; menos desemprego, mais empresas; menos falta de vagas hospitalares, mais saúde: menos lixo jogado nas ruas e em áreas públicas, mais oferta de voos; menos tristeza, mais alegrias, etc.

 







AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2019