Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
  | 
BUSCA:     
Você está visitando a Edição do dia 12/11/2016

 
C ENTRE NS
Tamanho do texto: A A A A
C ENTRE NS
12/11/2016
Alexandre Pereira

Compartilhar:



Polêmica
Parecer de inconstitucionalidade do projeto que regulamentava placas sociais de táxi movimentou as discussões de ontem no plenário do Legislativo, recebendo várias críticas dos vereadores. A saída foi dar vistas ao projeto, para que a matéria volte à apreciação da Casa, posteriormente. Porém, o presidente do Sindicato dos Taxistas, Orlando Urbano, manifestou ser contrário ao projeto.

Esclarecimento
Coube ao secretário Wellington Cardoso Ramos esclarecer que o projeto foi amplamente debatido entre as partes envolvidas, inclusive com o Sindicato dos Taxistas. Defendeu a constitucionalidade do projeto, acrescentando que as placas sociais já existem em outras cidades, como em Belo Horizonte, para permitir aos profissionais que não têm condições de comprar uma placa adquiri-la.

Dificuldade
Atualmente, uma placa é concedida por valores acima de R$150 mil, o que impede a maioria dos taxistas auxiliares de comprar uma concessão. No entanto, com a placa social, o beneficiário pagará R$600 mensais ao município, durante 35 anos, o que vai perfazer ao final R$252 mil, pelo atual valor da Unidade Fiscal do Município (UFM).

Futuro incerto
A concorrência com o aplicativo Uber foi apontada pelos vereadores e secretário de Defesa Social, Trânsito e Transporte como o principal desafio a ser enfrentado pelos taxistas, e não a disputa entre permissionários e taxistas empregados.

Mais uma vez
Denise Max (PR) não poupou críticas ao governo municipal por falta de uma política voltada aos animais, na sessão de quinta-feira, 10, da Câmara Municipal. Lembrou-se das agressões sofridas pela irmã, das dificuldades financeiras e da sobrecarga de trabalho na Sociedade de Proteção aos Animais (Supra). E denunciou que seu telefone é dado na prefeitura às pessoas que ligam para demandas sobre animais. Ela diz que estão fazendo covardia com uma mulher guerreira, que é tratada como uma palhaça.

Cruzada por voos
O deputado federal Aelton Freitas (PR) fez postagem no Facebook dizendo que conseguiu R$20 milhões para melhorias no Aeroporto de Ituiutaba. Anúncio foi feito após reunião com diretores da Infraero. Bem que o parlamentar poderia ajudar na modernização do Aeroporto de Uberaba. Famílias desapropriadas pela prefeitura não sabem mais a quem recorrer.

Otimismo
As condições climáticas mais favoráveis – já choveu 139 milímetros em novembro – têm estimulado os empresários rurais de Uberaba e região a acelerar os tratores para concluir o plantio da safra 2016/2017. Mais uma vez, a soja ocupa o espaço das lavouras de milho, que ficará para a safrinha. A reclamação tem sido a alta do custo de produção.

Diagnóstico
A Associação Mineira de Municípios (AMM) faz levantamento para saber a quantidade de prefeituras que vão fechar o ano no vermelho e não conseguirão pagar o 13º salário do funcionalismo. Pela última pesquisa, 70% das 853 administrações estavam com problemas financeiros. No entanto, na quinta-feira, 10, os municípios receberam a cota-parte da repatriação de recursos que estavam no exterior.

Repercussão
Leitor Rubson Rostanger Alves Ferreira indaga onde estão o Ministério Público Federal e os deputados federais de Uberaba na defesa da população, para que os postos de combustíveis adotem a redução de preço dos combustíveis, feita pela Petrobras. A mesma cobrança é feita em relação ao pedágio da BR-262, que ele considera vergonhoso e indevido, sem que a duplicação e melhorias da rodovia tenham sido executadas.

Foto/Sebastião Santos

Sem a presença do prefeito Paulo Piau (PMDB), Marcos Jammal e o vereador eleito Rubério Santos comandaram a assinatura de contratos do Residencial Rio de Janeiro

Ti-ti-ti

- Advocacia-Geral do Estado voltou com tudo nos protestos em cartório contra os contribuintes devedores do IPVA.

- Cortes na prefeitura começaram pelo pãozinho servido aos funcionários.

- Em setembro, a rentabilidade das aplicações financeiras do Ipserv foi de 1,29%, ultrapassando a meta de 0,58%, o que resultou no rendimento líquido de R$3.146.481,98. A rentabilidade acumulada no ano chegou a 11,68%, acima da meta de 10,74%.

- Agentes penitenciários contratados fizeram manifestação na Assembleia Legislativa de Minas contra a substituição por concursados em 2017.

- Porta foi fechada quando aposentados faziam manifesto no Ipserv, contra o atraso no pagamento dos benefícios.

- Denúncia no Ministério Público investiga o controle, aluguel e arrendamento de placas de táxi por empresários, inclusive frotistas, quando a concessão é individual.

 

 







AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2019