Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     
Voc� est� visitando a Edi��o do dia 21/02/2014

 
GERALDO DJALMA
Tamanho do texto: A A A A
GERALDO DJALMA
21/02/2014
Geraldo Djalma

Compartilhar:



Vernissage de Nana
Na sexta-feira passada, dia 14, a artista plástica Nana Rodrigues da Cunha abriu sua exposição “Arte Contemporânea” com uma concorrida vernissage. Cliquei a presença de muitas colunáveis e também muitos empresários que foram prestigiar e conferir de perto todo o talento da artista. Poucas vezes vi a galeria do SESI tão cheia. As telas e as instalações que a artista expôs recebiam elogios a todo o momento. Minhas obras preferidas faziam parte da série que Nana pintou usando como base radiografias. Além da beleza das obras, também foi belo o gesto de Nana em doar parte da renda das obras intituladas de “Raios X” para os voluntários de combate ao câncer de Uberaba. A sensibilidade de Nana extrapola o limite de seus lindos quadros e invade nossas vidas através de suas atitudes repletas de generosidade. Quem ainda não visitou a exposição terá a oportunidade de ver até o dia 28, das 9 às 21 horas.
 

FOTOS/GD
Nana brindando seu sucesso com o pai Hélcio, o marido Ronaldo e suas primas que vieram de SP Fabíola e Luana.
A artista plástica Nana Rodrigues da Cunha com seu Marido Ronaldo e seus filhos Gustavo e Antônio na abertura de sua exposição no SESI dia 14

A princesa do gelo
Filha de mãe mineira e pai americano, a bela jovem que nasceu nos Estados Unidos deixou escrito seu nome na história como a primeira patinadora brasileira em Jogos de Inverno. Ano passado, Isadora Williams conquistou uma vaga inédita para a delegação brasileira na patinação artística para as Olimpíadas de Inverno de Sochi, na Rússia. Em setembro, ela teve o melhor desempenho de sua carreira e ficou em 12º lugar no Troféu Nebelhorn, que valia como uma repescagem mundial do esporte. Isadora ficou com a sexta e última vaga para as Olimpíadas. É dela o primeiro capítulo da patinação artística olímpica do Brasil. Fiquei emocionado ao ver a apresentação no gelo de nossa representante. Mesmo com alguns erros que lhe custaram a classificação para a final, Isadora empolgou o público e mostrou uma garra digna do povo brasileiro. A emoção de estar nas Olimpíadas de Inverno, o orgulho de fazer história para o Brasil e a ansiedade para entrar no rinque do Palácio Iceberg de Patinação pesaram na hora de mostrar sua série. A jovem precisou superar tudo isso para se apresentar no programa curto da patinação artística na tarde de quarta-feira, dia 19. Mesmo com uma fraca apresentação para o nível da competição, a jovem mostrou que o mais importante já havia sido conquistado: a oportunidade de estar entre as melhores do mundo.
 

Sânia Leonardo e Leilinha Rodrigues da Cunha, cunhada de Nana
O querido casal Luciano Ciabotti e Ana Paula Sabino Ciabotti
Os também artistas plásticos Inêz Arantes e Paulo Miranda

Brincadeira de mau gosto
Ontem quando li o Jornal da Manhã, a notícia de capa trazia a história do rapaz que entrou em coma alcoólico num trote por ter passado na faculdade de medicina veterinária. Fico impressionado em ver que as pessoas continuam abusando deste tipo de brincadeira de mau gosto, mesmo sabendo de inúmeros acidentes, inclusive com mortes que já acontecerem pelo Brasil a fora. É inconcebível que nos dias de hoje ainda existam pessoas que acham engraçado fazer um jovem passar por situação vexatória e quase morrer. E o pior é que provavelmente esta história acabará sem punição aos responsáveis pelo trote. Como o rapaz é maior de idade, cabe a ele fazer a denúncia à polícia, e para não sofrer algum tipo de retaliação por parte dos “colegas” ele acabará por deixar a história como está. Mas vale refletirmos sobre o acontecido e que as autoridades fiquem mais atentas aos trotes.
 

Maria Inês Rodrigues da Cunha com a amiga Ana Lúcia Lorenzo Laterza que comemorou seu niver na vernissage de Nana
A artista recebendo a mais nova grávida do pedaço Alessandra Adriano e a amiga Sueli Oliveira
Nana cercada pelos parentes e amigos Yole Cardoso e Fernando Schroden, Serginho Lemes, Wolmer Januário e Adriana, Mírian Schroden, Idalina e Daniel

 

Registro do abraço carinhoso e espontâneo de Nana e Reca Machado
Nana ladeada pelas amigas Ciça Palmério, Luciana, Patrícia Rodrigues e Andréa Sidney Rodrigues da Cunha
Felipe Costacurta e Carlos Antonio Nascimento Soares

 

A cunhada Andréa também compareceu para conferir o resultando do trabalho de Nana
Os amigos Carlos, Carlos Machado e o sogro de Nana Antônio Ronaldo admirando o talento da artista
O trio de belas, Caru, Nana e Rossana Sampaio Botelho
 

 

Juliana Abreu comemorou seu niver domingo no Bucattini com os filhos João Pedro, Gustavo e turma de amigos

 







EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Os vereadores aprovaram em segundo turno, por 13 votos a um, o aumento do nmero de cadeiras para a prxima legislao, em 2021. Voc concorda com a proposta?




JM FORUM
Empresas do transporte coletivo solicitam aumento de cerca de 10% no valor da passagem, que pode chegar a R$ 4,17 em 2018. Na sua opinio, o que poderia justificar este aumento?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017