Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     

 
CRÔNICA DO DIA
Tamanho do texto: A A A A
CRNICA DO DIA
22/05/2017

Compartilhar:



 Um amor para juntar os pés no domingo

Desejo um amor para juntar os pés em uma tarde de domingo, foi isso que respondi quando me questionaram sobre o tipo de pessoa que quero para minha vida. Talvez essa frase tenha ficado fora de contexto, eu sei, mas essa é uma das coisas mais simples do mundo. 

Você já pensou que tipo de amor deseja para sua vida? Vamos apostar na simplicidade que os momentos singelos são capazes de nos proporcionar? Café na cama, sabe? Não precisa ser um banquete na bandeja enfeitada com flores do campo, nada disso. É só um cafezinho feito na hora e um pãozinho com manteiga, seguido de um beijo doce para que o dia seja leve.

É preparar a marmita do outro, separando cuidadosamente o arroz do feijão, pois ele não gosta quando a comida se mistura uma na outra. “Detalhes tão pequenos de nós dois”, disse o Rei. É isso! Detalhes, detalhes, detalhes…

É saber dar o espaço necessário para que ele tenha seus silêncios escutados, pois todo mundo precisa de momentos assim para manter a sanidade. Desejo um amor que queira contar sobre seu dia, mas que também queira ouvir o meu. E você, o que deseja?

Que um simples passeio no parque não seja mais do que um simples passeio no parque, onde a gente senta na grama e observa o céu, sem que isso precise ser um acontecimento histórico. Que nossa vida seja repleta de momentos simples assim, como ficar em casa assistindo um documentário qualquer que nos torne melhores do que somos.

Devemos querer um amor que discuta as mazelas dos que têm menos do que a gente, mas que isso lhe cause indignação, mais do que pena. E que juntos possamos mudar o mundo, nem que seja apenas o mundo de quem está ao nosso redor, o que já é bem importante.

Vale a pena ter alguém que não deixe de escutar sua banda preferida, mas que abra os ouvidos para conhecer a nossa. Que possamos nos permitir inteiros um ao outro, conhecer o que gostamos de ler, quais atores preferidos nos levam ao cinema. Que possamos ser quem somos – sendo ainda melhores quando estamos juntos.

Devemos desejar uma pessoa real, de carne e osso, remela e bafo, normal como qualquer outra. Que tenha suas manias mais chatas e que não esconda nenhuma delas, pois se me permiti amar é porque quero o pacote completo. 

Não quero um copiloto que sente ao meu lado esperando que eu decida o trajeto, mas alguém que faça questão de pegar junto, de revezar na cabine para evitar o cansaço e que não tenha medo de refazer o caminho se o destino indicar algum dano. Quero um amor que seja âncora, que estacione, que pouse no meu porto (e no peito) e fique enquanto houver combustível.

Desejo alguém que descanse serenamente na paz do meu colo, que recoste a cabeça sem pressa, sem dúvidas, sem preocupações. E que me acorde no meio da noite se perder o sono, que me conte seus medos, seus segredos, seus anseios e seus sonhos.

Quero um amor para juntar os pés em uma tarde de domingo.

Por: Ju Farias







Boulevard
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
J esto em vigor as novas determinaes da Anac, que permitem s companhias areas cobrar pelo despacho de bagagem. Na sua opinio, a medida afastar os viajantes?





JM FORUM
Na semana que marca a luta antimanicomial, quais bandeiras devem ser levantadas junto ao poder pblico para garantir melhorias aos pacientes em Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2017