Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     
Você está visitando a Edição do dia 23/07/2016

 
REGINALDO LEITE
Tamanho do texto: A A A A
REGINALDO LEITE
23/07/2016

Compartilhar:



Outro dia, numa roda de amigos me perguntaram quem era meu ídolo. E respondi que era meu pai. O interlocutor ficou espantado, achava que era algum astro do esporte a motor. kkk. Achei que era Senna ou Piquet ou outro, disse ele.

Carismático. Realmente existem seres excepcionais no esporte a motor. E um dos maiores deles é Valentino Rossi. Além de ser um ótimo piloto ele possui um carisma enorme. E seu modo de ser tonou a categoria bem popular.

Top. The Doctor é um dos maiores ganhadores deste esporte e o que possui maior experiência dentre os pilotos atuais do grid. Mas, apesar da coleção de vitórias e títulos, ele também comete erros. Erros que até parecem de estreante.

Imaturo. Em duas provas seguidas, sob chuva, ele foi capaz de errar. Na primeira, ao pilotar agressivamente no piso molhado, quando não havia necessidade disso. E não deu outra: tombo e, pior, zero ponto.

De novo. No final de semana passado, na Alemanha, outra prova molhada. E mais uma vez vimos um Rossi surpreendente, largando na primeira fila, enquanto seu companheiro de equipe, Lorenzo, não figurava entre os top ten. E o líder Marquez atrás. Era a receita perfeita para se dar bem e diminuir a diferença em relação a Marquez, de 42 pontos.

Troca. Depois de algumas voltas os pilotos começaram a trocar de moto, pegando-as com pneus intermediários ou slick, de acordo com suas estratégias. Dovizioso liderava com Rossi por perto. A equipe Yamaha chamou Rossi para realizar sua troca.
*No mundial de motos não são realizadas trocas de pneus. Troca-se de motocicleta.

Tática. Inexplicavelmente, o italianinho ficou na pista, contrariando a equipe, enquanto Marquez, que já havia realizado sua troca, vinha descontando cerca de 6 segundos por volta e acabou como vencedor. E o nosso ídolo experiente ficou com o oitavo posto e uma terrível dor de consciência. Essa teimosia lhe custa agora 59 pontos de desvantagem com relação a Marquez.

Replay. Neste final de semana a F1 desembarcou na Hungria. Uma pistinha encardida onde quase não acontecem ultrapassagens. É quase como Mônaco. E justamente por isso deveremos ver os carros do touro vermelho brigando pela ponta. Esperamos que a equipe não estrague a corrida de Ricciardo novamente.

Pode ser. A Mercedes é quase imbatível nas classificações. Mas a equipe do energético tem chances de surpreender neste tipo de pista. Em corrida é certo que os prateados vão sofrer para manter a ponta. Engraçado é que os alemães ainda não venceram nessa pista desde que começaram seu domínio na era híbrida.

Certeza. Neste tipo de traçado é certo que os carros da equipe Williams não andaram bem. E vão ser coadjuvantes. Ou seja, vão se classificar do décimo tempo para trás. A equipe vai colocar um novo assoalho nos carros para tentar melhorar o desempenho na Hungria.

Salva. A equipe Sauber foi vendida e assim vai poder terminar a temporada de 2016. Um grupo suíço é o salvador da pátria. Sendo assim a equipe pode ate desenvolver o C16 que ultimamente tem se mostrado como o pior carro do grid. Sorte de Felipe Nash.

Programação do GP de Hungaroring
3º Treino – Sábado – 06:00 – Sportv
Classificação – Sábado – 09:00 – Sportv
Corrida – Domingo – 09:00 – Globo

Uma ótima semana!







San Marco - 16maio
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Voc concorda com a alterao do horrio de funcionamento de estabelecimentos comerciais e at mesmo da Prefeitura em decorrncia dos jogos da Seleo na Copa do Mundo?





JM FORUM
Voc acredita na briga de faces criminosas como motivao para as recorrentes mortes de detentos na penitenciria de Uberaba?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018