Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     
Voc� est� visitando a Edi��o do dia 22/10/2016

 
REGINALDO LEITE
Tamanho do texto: A A A A
REGINALDO LEITE
22/10/2016

Compartilhar:



 Estamos a quatro etapas da final do Mundial de 2016, sendo que a próxima é o GP dos EUA. Justamente aquele que, no ano passado, Hamilton jogou o boné de segundo colocado no colo de Rosberg, na salinha que antecede as comemorações do pódio. Até parece castigo, pois daquele dia, até agora, Rosberg venceu doze etapas e Lewis, apenas seis.


Texano. O que resta para Lewis é vencer, ou seja, ganhar tudo a partir de agora. E só para relembrar, ele ganhou as últimas três  etapas realizadas na pista texana. Mas a gordurinha de Nico é boa. São 33 pontos. Ele pode se dar ao luxo de ser segundo em três etapas e terceiro noutra, que ainda leva o campeonato.


Reverso. Por outro lado, se Lewis ganhar uma e Nico não pontuar, a diferença cai para apenas oito pontos. Aí fica difícil segurar o piloto do carro 44. Ainda mais se isso acontecer já na etapa texana, sendo que ainda tem três etapas para serem realizadas: México, Brasil e Abu Dhabi. Mas se Nico sair de Interlagos com vinte e cinco pontos de vantagem, ele se torna campeão. Sem precisar de Abu Dhabi. Acho que vamos ver a decisão em Interlagos.

O lado obscuro. Vale lembrar que Nico Rosberg ainda não sofreu nenhuma troca de motor  - ou unidade de força -, como a que Lewis foi obrigado a fazer em Spa. E se isso ocorrer no Texas novamente, Lewis sai fortalecido no fator psicológico.


Friamente. Ao analisar os números dessa temporada, posso dizer que mesmo Hamilton sendo historicamente mais eficiente que Nico, isso não aconteceu nesta temporada. Rosberg chegou a ter 43 pontos de vantagem sobre seu oponente, e este dizimou a vantagem. Nunca imaginei que Nico voltaria a liderar a tabela.


Revigorado. Vimos um novo Rosberg depois das férias de verão. Das férias até agora ele se mostrou forte e consciente de sua missão, mesmo quando Lewis conseguiu ser terceiro em Spa, quando largou da última posição do grid. Nico não se abateu.


Por outra ótica.  Se a mecânica da Mercedes não falhar contra Rosberg, ele tem tudo a seu favor. Mas pelo que conheço de Lewis Hamilton, ele é um ser diferente. E trabalha melhor quando se sente acuado. Na maioria das vezes soube ser muito forte, ou seja, melhor do que normalmente. No entanto, não foi assim em sua primeira temporada. Mas, depois disso, aprendeu a controlar seu instinto e ser forte sob pressão.


Justiça. Nessa semana, a F1 conseguiu desfazer uma  grande injustiça. A contratação de Nico Hulkenberg por uma equipe de fábrica. O alemão sempre foi um ótimo piloto, mas só andou em carros fracos. Ele sempre demonstrou talento. Na F1, onde os interesses financeiros falam mais que a performance do piloto,  ele correu o risco de perder o bonde.


Anota aí. No apagar das luzes, Nico foi contratado pela Renault. Isso não quer dizer que no ano que vem ele já vai ganhar corridas. Só que esses franceses sabem como montar e estruturar uma equipe de ponta. Só que isso não se faz de um ano para o outro. Pode escrever aí: em 2018 os dois estarão figurando em ótimas posições da tabela.

Mais uma vez o GP da América não
será exibido pela Globo.

Programação do GP da América
3º treino – Sábado – 13h – SporTV
Classificação – Sábado – 16h – SporTV
Corrida – Domingo – 17h - SporTV

Uma ótima semana!







San Marco
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Apesar de a PMU descartar surto de meningite na cidade, h aumento significativo no nmero de casos. A vacinao a forma mais eficaz de preveno. Voc est com a imunizao em dia?







JM FORUM
Aps pedidos de moradores e vereadores, o albergue municipal vai se mudar do Boa Vista para a av. Orlando R. Cunha. Na sua opinio, a mudana positiva?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018