Publicidade Rdio JM
Canais Facebook Twitter RSS RSS
Play Store App Store Estúdio Ao vivo
EDIÇÕES ANTERIORES:
 | 
BUSCA:     
Voc� est� visitando a Edi��o do dia 22/10/2017

 
SAÚDE
Tamanho do texto: A A A A
SADE
22/10/2017

Compartilhar:



 Arquivo

Naiara de Pádua orienta imunização particular, já que o tratamento da doença pode custar até quatro vezes o valor da vacina

Popularmente conhecida como “cobreiro”, o Herpes Zoster tem acometido número cada vez maior de brasileiros. Causa de erupções cutâneas dolorosas, a doença afeta uma das metades do corpo ou do rosto, podendo, inclusive, apresentar sintomas como febre, cefaleia (dor de cabeça) e mal-estar. 
A médica, especialista em imunização, Naiara Cabral Sabino de Pádua, explica que qualquer pessoa que teve catapora em algum momento da vida está suscetível ao Herpes Zoster. “Como o vírus varicela-zoster fica latente no organismo, ele pode ser reativado em qualquer momento, provocando as manifestações do Herpes Zoster, geralmente pela queda de imunidade e pelo avanço da idade, especialmente a partir dos 50 anos, ou devido ao enfraquecimento da imunidade celular”, analisa.

Ainda segundo a médica, não há cura para o Herpes Zoster, mas a doença pode regredir com o tratamento. Nesse sentido, Naiara reitera a necessidade da vacinação como a forma mais eficaz de prevenção. Disponível apenas em clínicas de vacinação particulares, a imunização é necessária, haja vista ser uma doença com tratamento caro. “O tratamento e as complicações do Herpes Zoster podem até quadruplicar o valor da vacina”, aconselha.

Naiara Cabral acrescenta ser possível imunizar inclusive quem já desenvolveu a doença, desde que a aplicação seja pelo menos um ano após seu quadro agudo. “Mediante a probabilidade de acometimento da população maior de 50 anos, a prevenção vacinal contra o Herpes Zoster é um importante aliado ao envelhecimento saudável e requer um investimento mínimo quando comparado aos custos do tratamento e ao sofrimento com a possível dor neuropática, uma sequela que interfere diretamente na qualidade de vida do paciente acometido”, completa.







San Marco - 9fev
EDIÇÃO DE HOJE
Edição de Hoje

ENQUETE
Apesar de a PMU descartar surto de meningite na cidade, h aumento significativo no nmero de casos. A vacinao a forma mais eficaz de preveno. Voc est com a imunizao em dia?







JM FORUM
Aps pedidos de moradores e vereadores, o albergue municipal vai se mudar do Boa Vista para a av. Orlando R. Cunha. Na sua opinio, a mudana positiva?
Comentar


AS EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
JM Magazine JM Online JM JM Extra JM Rádio Vitória
Todos os direitos reservados ao Jornal da Manhã © 2018